Ian Brown, do The Stone Roses, acusa Spotify de retirar música anti-lockdown da plataforma

O músico usou as redes sociais para afirmar que a canção dele foi removida do serviço de streaming

Redação Publicado em 15/03/2021, às 18h00

None
Ian Brown no Coachella 2013 (Foto: Getty Images /Kevin Winter)

Ian Brown, do The Stone Roses, acusou o Spotify de retirar “Little Seed Big Tree”, uma música anti-lockdown, da plataforma. Em uma postagem no Twitter, o músico disse que o serviço de streaming censurou a faixa dele. (Via NME)

"O Spotify reproduz streams e censura artistas, como fizeram com minha última música. Tiraram [e] apenas colocaram no buraco da memória,"escreveu Brown na rede social. 

+++ LEIA MAIS: Noel Gallagher é contra o uso de máscaras de proteção: 'Já estão tirando muita liberdade nossa'

De acordo com o Consequence of Sound, que publicou uma matéria sobre a acusação nesta segunda,15, a faixa não está disponível no Spotify nesta segunda, 15, mas consta na Apple Music, Tidal e Youtube

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Lançada em setembro de 2020, a canção diz: "Uma vacina forçada, como um pesadelo /Eles vão plantar um microchip, cada mulher, criança e homem /Eles planejam colocar chips em nós para ter controle total /A terra, o céu, sua alma."

Em resposta à declaração de Brown, um representante da plataforma de streaming afirmou para a NME que remove conteúdos que ameaçam diretamente à saúde pública. 

+++ LEIA MAIS: Saúde mental de 9 em 10 músicos do Reino Unido piorou no último ano, diz estudo

“O Spotify proíbe conteúdo na plataforma que promova conteúdo perigoso, falso, mentiroso ou enganoso sobre a Covid-19, o qual pode causar danos e /ou representar uma ameaça direta à saúde pública. Quando um conteúdo que viola este padrão é identificado, ele é removido da plataforma.”


+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL