Diablo III chega ao mercado

Terceiro game da série clássica traz inovação, mas conserva essência original

Pablo Raphael Publicado em 15/05/2012, às 11h32 - Atualizado em 16/05/2012, às 12h54

Diablo III
Reprodução

Poucos games despertam opiniões unânimes nos jogadores, principalmente nos veteranos com dedos calejados. A série Diablo talvez se encaixe nessa categoria. Com mecânica simples e viciante, os dois primeiros jogos fizeram história entre os anos 90 e 00. O resumo: enfrentar hordas demoníacas e exércitos de mortos-vivos, clicando o botão do mouse com certo critério, mas como se não houvesse amanhã. Pelo esforço, recebe-se itens mágicos, tesouros e armas raras – a tarefa de coleta do espólio acaba sendo tão importante quanto as pelejas em si.

Após 12 anos de espera dos fãs, Diablo III enfim está pronto. A produtora, a gigante Blizzard, conseguiu um feito raro: preservar a essência do jogo original, mantendo todos os elementos que deram certo anteriormente, e, ao mesmo tempo, revitalizar a franquia. Além de incrementar os gráficos – que agora são suaves animações em 3D, com combates fluidos e dignos dos melhores jogos de ação atuais –, foram introduzidos novos sistemas de jogo, com mais classes de personagem equipados com poderes e habilidades mais distintas do que nos jogos anteriores.

A trama de Diablo III – salvar o universo da invasão de demônios – está mais madura e envolvente, com belas cenas de animação e o clima sombrio que é típico da série. Para completar o pacote, o jogo está todo em português, com a melhor dublagem para nosso idioma já vista em um videogame. A espera foi longa, mas compensou.

Assista abaixo a um trailer de Diablo III: