Django original de 1966 ganhará nova continuação com mesmo ator

Diretor que trabalhou com Quentin Tarantino comandará o terceiro longa-metragem oficial da franquia do pistoleiro

Redação Publicado em 14/01/2014, às 14h02 - Atualizado às 14h15

Django - Franco Nero
Reprodução

Django Livre, de Quentin Tarantino, foi uma homenagem ao filme Django, de Sergio Corbucci, lançado em 1966. Na onda do sucesso do diretor de Pulp Fiction e Cães de Aluguel, o personagem será revivido em mais uma produção da franquia de western spaghetti. As informações são do The Guardian .

O Melhor Amigo de Django: austríaco Christoph Waltz rouba a cena em Django Livre, segundo filme consecutivo como coadjuvante de luxo de Quentin Tarantino.

O curioso é que Django, pistoleiro protagonista de Sergio Corbucci, lançado em 1966, teve mais de 30 homenagens ao longo dos anos, como é o caso do longa-metragem de Tarantino.

Ainda assim, o longa ganhou apenas uma continuação oficial, que saiu em 1987, chamada Django - A Volta do Vingador, cujo título já indica o retorno do personagem interpretado por Franco Nero.

Mesmo aos 72 anos, o ator italiano irá reviver o papel de 1966 e 1987, no filme cujo nome até o momento é Django Lives.

Entrevista: chegando à casa dos 50, Quentin Tarantino comemora a boa forma de sempre com seu filme mais ambicioso, Django Livre.

De acordo com o estúdio Point Blank, o filme se passará em 1915 e mostrará um Django mais velho se tornando “consultor de filmes mudos de Velho-Oeste” que acaba se envolvendo com traficantes e volta à ativa.

O filme será dirigido Joe D'Augustine, um nome ainda desconhecido, mas que aparece como editor de filmes de Tarantino como Bastardos Inglórios e Kill Bill. O elenco conta com Mark Boone Junior (Sons of Anarchy) e Noah Segan ( Looper: Assassinos do Futuro).