Pulse

Iggy Pop fala sobre as origens do Stooges em trailer do documentário Gimme Danger

Pop traçou paralelos entre a sonoridade da banda e os ruídos produzidos por fábricas automotivas no vídeo do filme de Jim Jarmusch

Rolling Stone EUA Publicado em 29/09/2016, às 20h16 - Atualizado às 20h24

Iggy Pop em cena do documentário Gimme Danger.

Ver Galeria
(2 imagens)

Os integrantes do Stooges discutem as origens da sonoridade da banda em um novo trailer do documentário Gimme Danger, do cineasta Jim Jarmusch. O filme estreou este mês no Toronto Film Festival e tem lançamento nos cinemas dos Estados Unidos marcado para 28 de outubro.

“Comecei pulando para cima e para baixo, como babuínos fazem antes de lutarem”, lembra Iggy Pop. Ele também aponta uma conexão entre o som cru da banda e a cultura da fabricação de automóveis da cidade deles, Michigan. “A companhia Ford tinha uma máquina que fazia barulho de algo caindo, um mega estalo – achei que deveríamos ter um pouco daquilo nas nossas músicas”, diz Pop.

LEIA TAMBÉM

[Resenha] Iggy Pop – Post Pop Depression (2016)

[Lista] Os 40 Maiores Álbuns Punk de Todos os Tempos

[Vídeo] Assista a Pop tocando com Josh Homme e Matt Helders

Além de Pop, Gimme Danger exibe Ron e Scott Asheton, James Williamson (guitarrista) e Steve Mackay (saxofonista), todos integrantes da banda, e Mike Watt, que tocou baixo em turnês recentes dos Stooges. Irmã dos irmãos Asheton, Kathy também aparece no filme, assim como o empresário Danny Fields.

Esta não é a primeira vez que Iggy Pop e Jim Jarmusch trabalham juntos. Os dois já haviam colaborado em Homem Morto (1995) e no filme cult Sobre Café e Cigarros (2003), no qual Pop atua ao lado de Tom Waits. Já Gimme Danger – primeira experiência de Jarmusch com o gênero documentário – conta com um acervo inédito de vídeos e imagens da banda que definiu o movimento punk.

Abaixo, assista ao trailer e a um vídeo em prévia de Gimme Danger.