Como a trilha sonora de The Witcher se tornou fundamental para o sucesso da série da Netflix [ENTREVISTA]

Os compositores Giona Ostinelli e Sonya Belousova contam sobre o processo criativo das faixas da série da Netflix

Vinicius Santos Publicado em 01/02/2020, às 15h00

None
Henry Cavill como Geralt de Rívia (foto: reprodução Netflix)

Para o criador e criadora da trilha sonora de TheWitcherGiona Ostinelli e Sonya Belousova um dos mais recentes sucessos da Netflix, drama com influências históricas não é novidade. A dupla já era conhecida pelo trabalho na trilha sonora de The Romanoffs, da concorrência Amazon Prime Video.

+++LEIA MAIS: Anime de The Witcher na Netflix contará a história de mentor de Geralt de Rivia; conheça

Apesar da familiaridade com a música clássica e elementos do medievalismo, os dois músicos contaram à Rolling Stone Brasil como a produção das trilhas foi complicada e empolgante de novas maneiras. 

+++LEIA MAIS: Recorde de The Witcher: série tem a primeira temporada mais assistida da Netflix

Na entrevista, os dois detalharam os processos criativos por trás das melodias que conquistaram um sucesso surpreendente com o público.


Um processo criativo mais elaborado

A história de Geralt de Rívia assim rendeu um desafio interessante aos músicos, que tiveram que compor as trilhas antes das gravações: “Quando há coreografias de lutas e danças envolvidas e você está produzindo música para cenas que não foram filmadas ainda, o processo de composição se divide em três partes,” esclarece o compositor suíço-italiano Giona Ostinelli.

+++LEIA MAIS: Ator que vive o bardo Jaskier escolhe cena favorita de The Witcher com Henry Cavill - e é surpreendente

“O primeiro estágio envolve compor as faixas e gravar as demos, para as quais a Sonya cantou todos os arranjos para Joey [Batey, o ator que interpreta o bardo Jaskier]. Escrevíamos de 5 a 7 versões da mesma música, com diferentes características do medievalismo ou do ritmo moderno para encontrar o equilíbrio certo. Depois que a música fosse aprovada, passávamos para o estágio dois: coreografar as danças e treinar vocalmente o ator para prepará-lo para as filmagens.”

+++LEIA MAIS: Henry Cavill revela os segredos de cena de luta épica contra 8 inimigos em The Witcher: ‘Queríamos algo único’

Apesar de as faixas serem feitas praticamente antes da série, a compositora russa Sonya Belousova, premiada por criar músicas para balé e teatro, ressalta a necessidade de sempre ter a obra audiovisual em mente, e adaptar a música para o formato.

“No balé e teatro, há um impulso de escrever a música sendo inspirado puramente pelo roteiro da peça. É como ter uma tela em branco na sua frente e poder pintá-la de qualquer cor [...] Quando se escreve para filmes e séries, deve-se lembrar que as regras daquele tipo de obra se aplicam para o compositor também.”

+++LEIA MAIS: Os paralelos entre The Witcher e a história da Polônia, especialmente durante o Holocausto [ANÁLISE]

Existe uma satisfação própria no desafio de criar a harmonia entre o que aparece na tela e a música que Belousova admira: “Ao mesmo tempo, há uma beleza nessas limitações, pois elas definem diretrizes muito claras. Direção, a beleza da cinematografia, o ritmo da edição, a atuação - todos esses elementos criam um todo onde a música precisa preencher o lugar certo.”

Belousova menciona as cenas de luta como parte muito importante da simbiose entre a música e as coreografias:


O hit inesperado

No caso de The Witcher, a música preenche um lugar mais do que certo. Dias após o lançamento dos episódios, vários espectadores compartilhavam e cantavam a principal balada do bardo Jaskier, “Toss a Coin To Your Witcher”. O sucesso foi tanto que surpreendeu ambos os compositores.

“Escrevemos a música e não conseguimos mais tirar ela da cabeça. Então, devido a essa qualidade e ao destaque que a faixa tem na série, havíamos antecipado que iria chamar atenção, mas nunca pensamos que seria tão bem-sucedido,” contou Ostinelli.

+++ LEIA MAIS: Diretora de The Witcher revela final alternativo da 1ª temporada

Belousova celebra a resposta positiva ao hit: “Para uma música ser bem-sucedida, tem muitos fatores que devem entrar na equação. Ficamos emocionados que nosso entusiasmo ao escrever a música se traduziram numa resposta tão fenomenal!”

Escute novamente a faixa que viciou os fãs de The Witcher:


A música nos castelos e tavernas

Belousova explicou as oportunidades únicas para fazer música em The Witcher. A dupla produziu mais de 8 horas de trilhas originais para preencher de som os castelos, tavernas, e outros ambientes da série. “Muitas das músicas de tavernas e bailes da nobreza estão intimamente ligadas aos temas musicais de vários personagens. Por exemplo, a segunda dança no baile no reino de Cintra no primeiro episódio é, de fato, um arranjo do tema de Geralt de Rívia.”

+++LEIA MAIS: Alguém colocou “Toxic”, de Britney Spears, em The Witcher - e ficou perfeito; assista

“Além disso, com Jaskier se transformando no ‘rockstar’ do continente, pensamos que seria natural que outros músicos de todo lugar começassem a reproduzir as canções dele. Então, sempre que nossos personagens estão em uma taverna, muitas vezes você pode ouvir arranjos das músicas dele em violas e violinos.”

Uma das cenas que a música se mescla  ao ambiente é o momento cômico após umas das caçadas de Geralt:


Música renascentista e de todos os cantos do mundo

Outra parte muito importante da trilha sonora é a inclusão de instrumentos característicos do período renascentista.“ Tocamos pessoalmente e gravamos mais de 60 instrumentos na trilha sonora. Muitos desses instrumentos foram criados especificamente para The Witcher e vieram para nós de todo o mundo: Rússia, Hungria, China, Malásia, EUA”, conta Ostinelli. “Por exemplo, gravamos muito com uma viela de roda, um instrumento popular na Europa medieval para acompanhar danças.”

+++LEIA MAIS: Quanto Henry Cavill recebeu para estrelar em The Witcher?

"Sempre que há uma cena de baile em Cintra, nos certificamos de usar um conjunto apropriado, com bandolins, alaúde, violão barroco, bandolim, teorba, saltério e uma variedade de percussão e bateria medievais, com as regras apropriadas de escrita e desempenho aplicadas", disse o músico.

Escute uma das faixas com ênfase na viela de roda medieval:


O tema do protagonista

O coração deThe Witcher  é o bruxo Geralt de Rívia, vivido por Henry Cavill  e criar a música tema dele foi o primeiro contato dos compositores com a franquia. “Adoramos iniciar cada novo projeto escrevendo faixas temáticas. O tema de Geralt foi impulsionado puramente pela nossa imaginação e inspirada pela leitura dos roteiros.”

O tema de Geralt, presente nas lutas mais marcantes e sempre nos créditos de cada episódio:


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL