Instagram remove foto de usuário beijando namorado e causa revolta na web; o que aconteceu?

Segundo o servidor público Rafael Lugão, a postagem foi removida no último sábado, 29

Redação Publicado em 01/09/2020, às 07h36

None
Foto do servidor público Rafael Lugão com o namorado publicada originalmente no Instagram (Foto: Reprodução / Twitter)

Recentemente, o Instagram foi acusado de homofobia após retirar uma postagem do servidor público Rafael Lugão beijando o namorado. Segundo o usuário, a imagem foi postada e retirada no último sábado, 29. De acordo com a plataforma, a publicação infringiu as diretrizes da comunidade virtual. As informações são da Tilt.

Após receber o alerta da rede social, Lugão fez uma postagem no Twitter para denunciar o ocorrido. Ele explica que, no primeiro momento, recebeu muitos elogios, mas, depois, o post foi alvo de comentários homofóbicos. A publicação foi retirada quando estava com mil curtidas. 

+++ LEIA MAIS: Justin Bieber dá conselho médico errado - e manda profissional que o corrigiu se f...

Pouco tempo depois, o usuário ainda escreveu: "O Instagram removeu uma foto de 2 homens se beijando porque isso vai contra as diretrizes da comunidade. Homofobia!".

Em outro tuíte, Lugão explica que foi a primeira vez que postou uma foto beijando o companheiro e ficou decepcionado com a repercussão. Ele ainda afirmou que “um casal hétero não passa por isso”. 

+++ LEIA MAIS: Hozier se confunde e posta story errado no Instagram - e quase morre de vergonha

Os tuítes de Lugão viralizaram na plataforma e chamaram a atenção da web. O post original, que passou das 120 mil curtidas, recebeu inúmeras respostas de outros usuários, que também criticaram o Instagram. 

No dia seguinte, o servidor público completou as postagens anteriores e afirmou considerar que a remoção tenha sido causada pelos perfis que fizeram os comentários homofóbicos e não pela plataforma. Conduto, ele ficou chocado com a mensagem recebida pela rede social. 

Segundo a Tilt, que procurou o Instagram e questionou o posicionamento tomado, a plataforma cometeu um erro e declarou que quer "proporcionar um ambiente onde todos possam expressar suas identidades".

"Não toleramos nenhum tipo de discriminação no Instagram e, nesse caso, cometemos um erro ao remover a publicação em questão. Pedimos desculpas pelo ocorrido, o conteúdo já foi restaurado".


+++ XAMÃ: MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO, DE NIRVANA A TUPAC