Integrante da banda Yellow Dogs mata três companheiros de grupo e se suicida

Tragédia ocorreu em um apartamento do Brooklyn, em Nova York, onde parte da banda morava após deixara de viver no Irã

Rolling Stone EUA Publicado em 11/11/2013, às 18h28 - Atualizado às 18h49

Yellow Dogs
Divulgação / Facebook

Um ex-integrante da banda Yellow Dogs, grupo de dance punk situado em Nova York, matou três outros membros no início da manhã de segunda-feira, 11. O homem, identificado pelo New York Post como Raefe Ahkbar, usou um rifle semiautomático para atingir os companheiros, ferir outra pessoa e se suicidar. O massacre ocorreu no apartamento onde alguns dos integrantes da banda moravam, em Bushwick, no Brooklyn. Eles emigraram para os Estados Unidos vindos de Teerã, no Irã, em 2011.

De acordo com o relato, a banda expulsou Ahkbar porque ele havia roubado dinheiro e equipamento do grupo. “Ele disse algo como: 'por que você me trouxeram para cá e, então, me largaram?’”, disse uma fonte anônima ao jornal nova-iorquino.

Como retaliação, ele teria matado o guitarrista Soroush Farazmand em um quarto do segundo andar, subiu para o terceiro piso e acertou o vocalista Ali Eskandarian, de 35 anos, e o baterista Arash Farazmand, cuja idade é desconhecida.

Ele também feriu Sasan Sadeghpourosko, que estava do lado de fora do prédio e não pertencia à banda. O guitarrista Siavash Karampour e o baixista Koory Mirz não se machucaram. Um vizinho diz ter ouvido 45 tiros.

“Era sempre possível vê-los entrando e saindo da casa deles com os instrumentos nas respectivas caixas. Eles pareciam bons garotos, nunca incomodaram alguém”, disse o vizinho Martin Greenman, de 63 ano, ao Post. “Eles pareciam uns com os outros, todos com cabelos escuros, crespos, e jeans apertados. Eles pareciam hipsters típicos.”

O grupo aparece no filme No One Knows About Persian Cats (2009), que recebeu prêmio em Cannes. A música da banda “New Century” está na trilha sonora. O Yellow Dogs também aparece em uma reportagem da CNN sobre artistas do Oriente Médio. “Eles pensam que eu sou um anarquista”, disse o guitarrista Karampour na ocasião. Depois, ele completou: “Eles são como meus irmãos. Eles são mais próximos de mim do que meus irmãos”. A reportagem afirma que os músicos que tocaram rock, que era entendido como “anti-islâmico”, poderiam ser presos ou espancados.

A banda se mudou para Nova York permanentemente em 2010. Em uma resenha do tamanho de um tuite, da Rolling Stone EUA, realizada após o show deles no festival SXSW daquele ano desta forma: “os roqueiros de post-punk iranianos montam linhas de baixo como teias de aranha e galopam por guitarras altas e garageiras. Pequena plateia, grande som”.

O Yellow Dogs divulgou o videoclipe da música “This City” no ano passado. Assista no player abaixo: