Pulse

Integrante do Slipknot chama Chris Fehn de inútil

Percussionista acusou colegas de roubarem dinheiro dele

Redação Publicado em 01/04/2019, às 13h54

None
Chris Fehn, percussionista do Slipknot (Foto:Amy Harris/Invision/AP)

Após processar os outros integrantes do Slipknot, o percussionista da banda, Chris Fehn, ficou um tanto quanto malquisto. De fato, o guitarrista Jim Root chegou a concordar que ele é “inútil”.

No Instagram, Root curtiu um comentário de um fã que afirmava que Fehn não valia muito para o grupo. “Não posso acreditar que todo mundo está se doendo tanto por conta de um percussionista inútil ter sido demitido da banda”, dizia o texto.

O guitarrista não foi o único a mostrar o descontentamento na Internet. Na manhã seguinte ao processo ser divulgado na internet, Corey Taylor, vocalista, publicou em seu Twitter um textinho sobre sua decepção. “Você acha que isso é coisa de c****, tente ser acusado erroneamente de roubar dinheiro por alguém que você se importa, e ainda ter diversos de seus fãs acreditando nisso”, escreveu.

Chris Fehn abriu um processo contra o resto da banda por acreditar que eles estavam desviando dinheiro e recebendo menos do que os outros integrantes. Posteriormente, um documento de 15 páginas foi postado online, e os advogados do músico informaram que o contrato apresentado para o sexto álbum do Slipknot não era justo.

Taylor postou no site da banda que Fehn não fazia mais parte do Slipknot, mas o advogado do percussionista afirmou que, pelo contrato, ele ainda é um integrante.