Integrantes do Monkees podem não comparecer ao funeral de Davy Jones

“A família quer manter [o funeral] muito discreto e muito privado", diz Micky Dolenz

Redação Publicado em 06/03/2012, às 12h09 - Atualizado às 12h46

The Monkees reunidos
AP

Micky Dolenz, Peter Tork e Mike Nesmith podem comparecer ao funeral de Davy Jones, vocalista do Monkeesm que morreu vitima de um ataque cardíaco no dia 29 de fevereiro. Segundo Dolenz, a intenção é evitar um “circo midiático”. “A família quer manter [o funeral] muito discreto e muito privado", disse Micky em entrevista ao site da edição norte-americana da revista Billboard.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Para o músico, a presença dos remanescentes do grupo atraíria atenção, indo contra a vontade da família de Jones. Ele afirma que fará o que a família de Jones achar melhor.

Recentemente um porta-voz dos familiares chegou a anunciar o interesse em homenagens públicas, tanto em Nova York quanto na Inglaterra, com a participação dos Monkees. "É muito cedo para fazer planos, ainda estou em choque. Eu posso nos ver nos reunindo para fazer um concerto em memória, é claro, mas agora eu não consigo imaginar qualquer outra coisa acontecendo sem o caubói de Manchester", comentou Dolenz.

O fim do Monkees foi anunciado em 1970, mas eles retornaram diversas vezes ao longo dos anos. O grupo havia sido criado originalmente por produtores de TV para fazer uma série fictícia sobre uma banda de rock. A última performance de Davy Jones com o grupo foi no dia 19 de fevereiro deste ano, em Oklahoma. Na noite anterior o músico havia apresentado com BB King, em Nova York.