O Hobbit: A Desolação de Smaug ultrapassa a marca de US$ 500 milhões em bilheteria

Segundo filme da nova trilogia dirigida por Peter Jackson estreou no Brasil dia 13 de dezembro

Redação Publicado em 27/12/2013, às 16h20 - Atualizado às 16h22

Galeria – filmes aguardados de 2014 – O Hobbit: Lá e de Volta Outra Vez
Divulgação

O Hobbit: A Desolação de Smaug ultrapassou a marca dos US$ 500 milhões arrecadados em bilheterias ao redor do planeta, confirmando a aposta do estúdio na nova trilogia baseada na obra de J. R. R. Tolkien. As informações são da Variety.

Crítica: O Hobbit: A Desolação de Smaug acelera a aventura, acrescenta um dragão e apresenta novos heróis.

O filme alcançou a expressiva marca, que representa o dobro do disco da produção, em apenas duas semanas desde a estreia. No Brasil, o longa chegou aos cinemas em 13 de dezembro. No Natal, foram arrecadados US$ 9,3 milhões.

Orlando Bloom comenta o retorno de Legolas em O Hobbit: “Não sou um escritor, mas tudo está muito bem explicado”.

Assim como o antecessor, A Desolação de Smaug mostrou grande força em mercados internacionais. Em A Jornada Inesperada, cerca de 70% da arrecadação veio de fora dos Estados Unidos. Dos US$ 500 milhões arrecadados até o momento, US$ 340 mi vieram dos outros 57 mercados.

O dedo médio mais famoso da Terra-Média é de Martin Freeman; assista ao curioso vídeo.

As expectativas da Warner Bros. é que a segunda parte da trilogia de O Hobbit também ultrapasse a barreira do US$ 1 bilhão, como aconteceu com o filme anterior, que se tornou a 19ª maior bilheteria mundial de todos os tempos.

Veja os cinco pôsteres de O Hobbit: A Desolação de Smaug.

Em A Desolação de Smaug, acompanhamos a jornada de Bilbo Bolseiro, o hobbit vivido por Martin Freeman até a Montanha Solitária, antigo lar dos anões e hoje domínio do poderoso dragão que dá nome ao filme, Smaug.

A terceira e última parte da trilogia, O Hobbit: Lá e de Volta outra Vez chega aos cinemas em dezembro de 2014.