O Homem de Aço ganha novo pôster com Superman em ação

Filme estrelado por Henry Cavill dará um novo início à saga do herói, agora mais humano e falível

Redação Publicado em 03/05/2013, às 13h17 - Atualizado às 19h55

O Homem de Aço - Pôster
Divulgação

O Superman irá renascer nos cinemas – de novo. Enquanto isso não acontece, o filme O Homem de Aço, cuja estreia no Brasil está prevista para 12 de julho deste ano, ganha um novo pôster. Desta vez, o herói kryptoniano sobrevoa uma cidade (talvez Metropolis?) em alta velocidade – para ver a imagem ampliada, clique aqui.

A nova produção se propõe a recontar a história do bebê que chegou à Terra vindo do planeta Krypton, adotado por um casal de fazendeiros. Ele se torna no mais poderoso herói do mundo – enquanto se esconde sob a identidade do jornalista Clark Kent.

O grandalhão Henry Cavill (de Imortais) interpreta Clark/Superman neste recomeço. Na trama, ele foi criado por Jonathan (Kevin Costner) e Martha Kent (Diane Lane), enquanto Russell Crowe vive Jor-El, pai verdadeiro do herói.

O vilão do longa será General Zod, vivido por Michael Shannon, também vindo de Krypton. Enquanto isso, o par de Clark, Louis Lane, é interpretada por Amy Adams.

Dirigido por Zack Snyder, de 300 e Watchmen, O Homem de Aço foi roteirizado por David S. Goyer, e escrito em parceria entre Goyer e Christopher Nolan, responsáveis por humanizar outro herói, o Batman, na trilogia O Cavaleiro das Trevas.

Em entrevista ao site Total Film, em fevereiro deste ano, Cavill explicou que a ideia dos produtores e diretores era mudar o aspecto infalível do Homem de Aço. Algo que funcionou com o Homem Morcego, mas que seria mais difícil aplicar ao Superman, já que se trata de um alienígena com forma humanoide que voa, possui supervelocidade, é capaz de disparar raios de calor com os olhos e é imune a quase tudo.

“Este não é um filme sobre Zack Snyder dirigindo algo, ou sobre Henry Cavill interpretando um personagem”, disse o ator. “É um filme altruísta sobre um personagem que passa por aquilo que ele precisa. Ele quer fazer a coisa certa, mas é falível, como todos nós. Ele estraga tudo e isso faz com que nós o amemos ainda mais.”