Iron Maiden: Figuras satânicas no heavy metal são para chocar pessoas, diz Bruce Dickinson

Em podcast, Bruce Dickinson explicou porquê bandas como Black Sabbath e Iron Maiden usam figuras satânicas nas músicas e discos

Redação Publicado em 28/10/2021, às 17h12

None
Bruce Dickinson (Foto: reprodução/ Instagram)

O vocalista Bruce Dickinson, da banda Iron Maiden, comentou sobre o porquê as figuras satânicas são tão presentes no heavy metal. Para o cantor, os músicos do gênero adotaram o tema para "chocar as pessoas, e porque é dramático."

"É algo realmente dramático," respondeu Bruce Dickisnon em prévia do podcast Psycho Schizo Espresso ao ser perguntado porque artistas como Black Sabbath e Iron Maiden usam figuras satânicas em suas músicas e artes de discos. 

+++ LEIA MAIS: Iron Maiden: Estado de saúde de Paul Di'Anno 'está piorando'; entenda

O cantor de 62 anos explicou: "Na década de 50, a Europa era amplamente cristã; as pessoas iam muito à igreja e, geralmente, acreditavam em coisas como o mal absoluto e na existência de um bem absoluto. Mas, ninguém conhecia alguém que fosse absolutamente bom. E, com certeza o mal absoluto existia em algum lugar, porque senão como alguém poderia ser absolutamente bom?"

Bruce Dickinson, que canta o refrão "666, The Number of The Beast [666, O Número da Besta]" sobre o numeral que faz referência ao Diabo na música do Iron Maiden de mesmo nome, então, afirmou: "O que as bandas de heavy metal fizeram ao adotar imagens satânicas foi chocar as pessoas." 

+++ LEIA MAIS: Iron Maiden: Bruce Dickinson revela quais músicas gostaria de cantar ao vivo novamente

O astro ainda justificou a escolha comparando com filmes de Drácula, O Exorcista e O Presságio, que apresentam personagens e situações apavorantes, mas também instigantes: "Todas essas coisas são, tipo: 'Oh, meu Deus, isso é tão chocante, mas realmente nos excita em segredo'. E, como as crianças são proibidas de assistir, claro, é interessante de assistir"

Ao finalizar, ele disse: "Então, você usa a imaginação para criar histórias. Você pode imaginar o seu caminho para o drama e colocar isso na música e dramatizar."

Confira abaixo Bruce Dickinson falando ao podcast Psycho Schizo Espresso. As informações são do site Blabbermouth