Disco do Racionais MC's é presente da Prefeitura de São Paulo ao papa Francisco

As canções do clássico Sobrevivendo no Inferno são repletas de citações bíblicas

Redação Publicado em 22/07/2015, às 16h56 - Atualizado às 18h23

Capa de Sobrevivendo no Inferno, do Racionais MC's.
Divulgação

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, esteve em audiência com o papa Francisco na última terça-feira, 21, no Vaticano. O presente oficial da Prefeitura para o encontro foi o álbum Sobrevivendo no Inferno, lançado pelo Racionais MC’s em 1998. Haddad levou ao pontífice uma cópia do registro autografada pelos integrantes do grupo.

Emicida expõe a luta de classes e o preconceito racial no impactante clipe de “Boa Esperança”.

O presente foi um sugestão de jovens da periferia a Cláudio Aparecido da Silva, coordenador de Políticas para Juventude.

Você ainda não entendeu a mensagem de Cores & Valores? A detenção de Mano Brown é o exemplo perfeito.

O prefeito de São Paulo, contudo, não consegui entregar o presente a Francisco. Vicente Trevas, secretário de Relações Internacionais da Prefeitura, porém, segue em seminário em Roma e deixará o álbum aos cuidados do chanceler do Sacro Colégio nesta quarta, 22.

Exclusivo: Racionais MC's falam sobre o disco Cores & Valores e revelam planos para um novo lançamento.

Repleto de citações bíblicas e com letras que tratam de questões como a desigualdade social, o racismo e a violência policial, Sobrevivendo no Inferno foi o álbum responsável por levar os Racionais ao estrelato. Na capa, uma cruz é acompanhada por um trecho do Salmo 23: "Refrigere minha Alma e guia-me pelo caminho da Justiça".

Procurados pelo jornal Folha de São Paulo, os integrantes do Racionais MC’s afirmaram não saber que o disco seria entregue ao pontífice. "O KL Jay ficou contente. Ele fez até uma brincadeira com a música 'O Papa É Pop'", diz Eliane Dias, empresária e esposa de Mano Brown.