Já imaginou aparecer em um filme sem saber? Pessoas contam como foi aparecer no filme Borat 2

Longa estreou no Amazon Prime Video em outubro deste ano

Redação Publicado em 05/11/2020, às 12h14

None
Sacha Baron Cohen em Borat 2 (Foto: Reprodução/Amazon Prime)

Borat: Fita de Cinema Seguinte, dirigido por Jason Woliner e estrelado por Sacha Baron Cohen, foi um dos maiores lançamentos do Amazon Prime Video de 2020. O filme mostra o bizarro jornalista Borat Sagdiyev em uma empreitada para voltar aos Estados Unidos durante a pandemia de coronavírus.

Durante as filmagens, Cohen interagiu com várias pessoas que não faziam ideia de que aquela era a sequência de Borat. A produção saiu pelos Estados Unidos e entrevistou comerciantes, vendedor de fantasia, jornalista, Rudy Giuliani (apoiador de Donald Trump e ex-prefeito de Nova York), entre outros.

+++LEIA MAIS: Star Wars: o que tem embaixo do capuz de um Jawa?

Veja abaixo como as pessoas reagiram quando descobriram que apareceram em Borat 2 (via O Globo).


Rudy Giuliani

No filme, Giuliani é enganado pela filha de Borat, Tutar, que se passa por jornalista. Ela fingiu estar interessada no político e apoiador de Trump antes dele notar que havia caído em uma armadilha.

Em entrevista à rádio WABC, o ex-prefeito de Nova York freclamou sobre a produção. "E agora o idiota Borat está atrás de mim com um relato falso totalmente sensacionalista em um filme ridículo. Todo mundo em Hollywood me odeia", disse.


Dono de papelaria de Atlanta

Alan Smith, dono de uma papelaria de Atlanta, foi um dos maiores destaques do filme. Ele precisou aguentar Borat por horas, além de receber mensagens malucas.

Em reportagem do Showbizz 411, o repórter Roger Friedman disse que Smith pensava em ter participado de um "vídeo de treinamento para russos": "Ele ficou aliviado ao saber que ele se saiu muito bem na tela, muito paciente e amigável. Isso pode não ser verdade para todas as pessoas reais no filme".

+++LEIA MAIS: Capitu investigadora, Juca Pirama mago e mais: conheça A Todo Vapor, série que transforma literatura brasileira em steampunk [ENTREVISTA]


Vendedor de fantasia

Paul Holtzberger, vendedor da loja Halloween Highway, apareceu logo no trailer enquanto Borat procura o disfarce de Trump.

Em entrevista ao Post and Courier, ele contou que falaram com ele porque procuravam um lugar para gravar um documentário. Quando acertaram, a produção fechou a loja por cerca de duas horas. 

Holtzberger contou que ficar ao lado de Sacha Baron Cohen foi "estressante". Em outra entrevista, desta vez com um veículo afiliado da Fox, o vendedor falou que "nunca se sabe" do fato de considerar entrar na indústria do entretenimento.


Babá

Jeanise Jones ganhou um cachê de US$ 3.600 para participar de Borat 2. Ela se saiu bem em cuidar de Tutar e aguentar todos absurdos do protagonista. Ao saber da encenação, Jones contou à Variety que ficou aliviada sobre a filha de Borat "não estar realmente naquela situação". 

Inclusive, nesta semana, Cohen deu US$ 100 mil para ela. Além disso, o pastor da igreja que a babá frequenta fez uma vaquinha virtual para Jeanise Jones, que está desempregada, com o intuito dos fãs de Borat "agradecê-la".

+++LEIA MAIS: Will Smith teve a identidade roubada e quase teve um prejuízo de R$ 170 mil; entenda


Jornalista da Georgia

O jornalista e editor do jornal The Monroe County Reporter, Will Davis, falou sobre como foi participar de Borat 2: "O pai era alto, tinha nariz comprido e agiu de maneira selvagem a noite toda (...) Houve relatos de que ele estava tentando pedir a alguns dos pais um 'preço' por sua filha".

"O modus operandi de Cohen parece tentar embaraçar e chocar o público conservador do Sul no cinema", criticou.


+++ TERNO REI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes