Jack White defende talento musical de Meg

"A feminilidade dela e seu extremo minimalismo são demais para metaleiros", argumenta frontman do White Stripes

Da redação Publicado em 20/03/2010, às 14h39

Em entrevista ao New York Post, Jack White não economizou elogios ao falar da companheira de White Stripes, Meg, e defendeu o talento dela enquanto baterista, uma vez que a mesma já foi muitas vezes criticada ao ser comparada com o frontman.

Jack White afirmou que a parceira pode fazer coisas que outros bateristas não dominam e que ela leva algumas pessoas a se interessarem pelo instrumento. "A feminilidade dela e seu extremo minimalismo são demais para metaleiros e gente do contra", disse o roqueiro, que também faz parte do Dead Weather e do Raconteurs. "As pessoas respondem com fofocas e julgamentos. No final, ela ri, a caminho da [loja de bolsas] Prada. Ela sempre vence."

O álbum ao vivo do duo, Under Great White Northern Lights, está disponível nas lojas no exterior desde 16 de março. O disco saiu junto ao lançamento do DVD do documentário de mesmo nome, que mostra imagens da turnê do White Stripes pelo Canadá, no ano de 2007. O filme saiu pela Third Man Records, produtora/selo de Jack White.

Recentemente Jack White revelou, em entrevista à GQ, que gravou uma faixa com o rapper Jay-Z e que o trabalho ficou com "uma sonoridade inacreditável." Ainda não se sabe quando a música será lançada.