James Franco quer dirigir adaptações de clássicos de William Faulkner e Cormac McCarthy

Os livros Enquanto Agonizo e Meridiano Sangrento podem ganhar versões cinematográficas sob o comando ator

Da redação Publicado em 04/01/2011, às 13h25

James Franco deverá comandar adaptações de obras de William Faulkner e Cormac McCarthy
AP

James Franco (Milk - A Voz da Igualdade, 127 Horas) planeja ir para trás das câmeras em seus próximos projetos, segundo informou o próprio em entrevista ao Entertainment Weekly. O ator pretende dirigir adaptações de dois grandes clássicos da literatura norte-americana: Enquanto Agonizo, de William Faulkner, e Meridiano Sangrento ou O Anoitecer Vermelho no Oeste, de Cormac McCarthy.

"Acho que eles seguem o mesmo caminho", disse Franco, sobre os dois escritores. "Eu acredito que McCarthy é realmente influenciado por Faulkner." A adaptação de Faulkner está em negociações e deve começar a ser rodada ainda no primeiro semestre de 2011. Quanto ao filme baseado na obra de McCarthy, se tudo der certo, este deve ter as filmagens realizadas no ano que vem.

Franco comentou também sobre a certa dificuldade que terá para enquadrar os dois livros em termos da abordagem cinematográfica e as mudanças consequentes. O reverenciado romance de 1930 de Faulkner, por exemplo, traz 15 narradores diferentes, mostrando o perfil de uma família de Mississippi a caminho do enterro de sua mãe - história que dará trabalho para ser adaptada.

"Você quer capturar o tom da história, mas não pode fazer exatamente da mesma forma", explicou Franco. "Você pode entrar na cabeça dos personagens e dar a eles uma voz interior por um tempo, mas isto deve ser mais fluido, porque filmes funcionam de forma diferente dos livros... Quero ser leal ao livro - minha abordagem é sempre ser fiel de várias maneiras -, mas com base nisso, terei que mudar algumas coisas para o longa-metragem."

Com relação ao andamento de Meridiano Sangrento ou O Anoitecer Vermelho no Oeste, de Cormac McCarthy, desde sua publicação, em 1985, a história violenta tem sido de interesse de diversos cineastas visando realizar adaptações - Ridley Scott é um deles. Na trama, gangues são contratadas por governos territoriais para retirar populações indígenas da fronteira dos Estados Unidos com o México. Franco ganhou o apoio do produtor Scott Rudin, que detém os direitos do livro, após filmar uma sequência em teste. "Eu mostrei a ele e ele adorou", revelou o ator.

Nenhum dos longas possui data de estreia nas telonas. Mais informações deverão ser divulgadas em breve.