James Gandolfini passou por 20 minutos de tentativa de ressuscitação e chegou ao hospital sem vida

Ator, que ficou mais conhecido pelo papel de Tony Soprano na série da HBO Família Soprano, sofreu uma parada cardíaca na Itália

Redação Publicado em 20/06/2013, às 12h25 - Atualizado às 18h01

James Gandolfini
Reprodução

Novas informações surgem sobre a morte do ator norte-americano James Gandolfini, conhecido pelo papel de Tony Soprano na série Família Soprano, ocorrida na noite desta quarta-feira, 19, na Itália. De acordo com a agência de notícias AFP, Gandolfini sofreu uma parada cardíaca no quarto do hotel onde estava hospedado, em Roma.

Vítima de um infarto, ele foi levado ao hospital por uma ambulância que chegou ao local 8 minutos após o chamado. Ele teria saído do hotel com vida, mas não resistiu aos efeitos da parada cardíaca e morreu antes mesmo de chegar ao hospital. Depois disso, foram 20 minutos de tentativas de ressuscitação. O óbito foi confirmado às 22h40 daquela mesma noite.

O site The Hollywood Reporter publicou uma entrevista com Tom Richardson, assistente do ator. Ele afirma que a parada cardíaca é inexplicável porque Gandolfini e a família “tiveram um dia maravilhoso”. “Quando ele voltou ao hotel e foi ao banheiro, algo aconteceu”, completou o assistente.

“A causa da morte do ator foi uma parada cardíaca, mas o motivo para essa parada ainda é desconhecida”, disse uma fonte médica à agência de notícias. O corpo de Gandolfini deverá passar por uma necropsia nas próximas 24 horas para determinar a causa da morte.

O ator estava na capital italiana a caminho do Taormina Film Festival, onde receberia o Prêmio Ville de Taormina e participaria de uma mesa-redonda. O evento planeja uma homenagem a ele.

O ator chegou aos olhos do grande público com o filme de 1993 Amor à Queima Roupa. Mas foi em 1999, quando passou a interpretar Tony Soprano, que realmente entrou para a história. Ele ganhou um Globo de Ouro e três prêmios Emmy pelo papel na série (foi indicado cinco vezes), que teve seis temporadas e é considerada uma das melhores da televisão de todos os tempos.