Janet Jackson volta ao topo das paradas após pedido de desculpas de Justin Timberlake

Cantora agradeceu aos fãs nas redes sociais pela volta do disco Control (1986) ao primeiro lugar dos charts

Felipe Grutter | @felipegrutter (com supervisão de Julia Harumi Morita) Publicado em 15/02/2021, às 10h15

None
Janet Jackson (Foto: Frank Micelotta / Equipe / Getty Images)

Com o disco Control (1986), a cantora Janet Jackson voltou ao topo das paradas nos Estados Unidos cerca de um dia após pedido de desculpas de Justin Timberlake. A informação é do Entertainment Weekly.

Nas redes sociais, Jackson agradeceu aos fãs com um vídeo emocionante depois de Control atingir o primeiro lugar na Apple's Top 40 US Pop Album. Anteriormente, o disco disparou para o primeiro lugar ao completar 35 anos no dia 4 de fevereiro deste ano.

Com a volta da polêmica sobre o tratamento de Justin Timberlake com Jackson e Britney Spears, o álbum ocupa o quarto lugar do chart.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

"Eu estava em casa outro dia sozinha e comecei a chorar. Chorava porque estava muito agradecida por todas as bençãos de Deus sobre mim, tudo dado por ele para mim, sou grata por tê-lo na minha vida," disse Janet Jackson em vídeo publicado no Twitter.

Ela também se mostrou "muito grata por todos vocês estarem na minha vida" e falou sobre nunca achar "em um milhão de anos que isso iria acontecer depois de 35 anos."

+++LEIA MAIS: Como Axl Rose deu a volta por cima e se tornou relevante para a música novamente [LISTA]

Com o lançamento de Framing Britney Spears no Hulu e FX, Justin Timberlake voltou a sofrer críticas pelo tratamento dado a ex-namorada. Fãs também relembraram o papel do cantor no wardrobe malfunction (gíria em inglês para quando a roupa de alguém "falha" publicamente) de Jackson no Super Bowl de 2004, quando um seio da cantora saiu do figurino - e afetou bastante a carreira dela.

Na última sexta, 12, o cantor publicou um pedido de desculpas no Instagram: "Lamento profundamente os momentos da minha vida nos quais minhas ações contribuíram para o problema, sobre o qual falei fora da hora, ou não falei sobre o certo."

+++LEIA MAIS: Por que AC/DC tem o mesmo som desde os anos 1980? Angus Young explica fixação por Back in Black [ENTREVISTA]

"Entendo ter falhado nesses momentos e em muitos outros e beneficiou de um sistema de misoginia e racismo," adicionou. "Quero me desculpar especificamente com Britney Spears e Janet Jackson individualmente, porque me importo e respeito essas mulheres e sei da minha falha."

Em 2006, durante entrevista com Oprah Winfrey, a artista criticou o cantor por não dar o devido apoio para ela: "Toda a ênfase foi colocada em mim. Não em Justin. Certas coisas que você simplesmente não faz para os amigos."


+++ HUNGRIA HIP HOP: 'SOU APEGADO EM SORRISOS QUE A MÚSICA PODE LEVAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL


+++MAIS SOBRE MÚSICA: Akon, Ne-Yo e mais: 25 músicas nostálgicas dos anos 2000

Os anos 2000 nos proporcionaram algumas das músicas mais nostálgicas que já conhecemos. O black, unido ao pop e ao R&B fizeram de algumas canções verdadeiros hits - e só de ouvir, dá vontade de voltar no tempo e se jogar nos passinhos.

+++LEIA MAIS: Os 11 melhores discos de pop-punk dos anos 2000, segundo radialistas

Quem lembra das icônicas músicas de Ne-Yo, Akon, Mariah Carey e Nelly Furtado, sabe bem qual é esse sentimento. Não eram apenas hits, mas músicas que podiam fazer qualquer um vivenciar fortes emoções: do romance de “Sexy Love” à tristeza de “Sorry, Blame It On Me”.

Os beats icônicos, letras e refrões impecáveis fizeram destas músicas verdadeiros marcos dos anos 2000. Elas foram trilha sonora da adolescência e juventude de muitas pessoas - e é impossível ouvir de novo e não fechar os olhos, fingir que está em um clipe e dar uns passos de dança.

+++LEIA MAIS: Akon criará 'Wakanda da vida real' no Senegal com 800 hectares e energia solar: entenda os planos para a 'Akon City'

A Rolling Stone Brasil separou 25 músicas nostálgicas dos anos 2000:

“Miss Independent” - Ne-Yo


“Beautiful Liar” - Beyoncé, Shakira


“So Sick” - Ne-Yo


“My Boo” - Usher, Alicia Keys


“Love in This Club” - Usher, Zeezy


“Me & You” - Cassie


“Fire Burning” - Sean Kingston


“Beutiful Girls” - Sean Kingston


“Buttons” – The Pussycat Dolls, Snoop Dogg


“What Goes Around...Comes Around…” - Justin Timberlake


“Dilemma” - Nelly, Kelly Rowland


“Sorry, Blame It On Me” - Akon


“My Love” - Justin Timbarlake


“Promiscuous” - Nelly Furtado, Timbaland


“Pump It” - Black Eyed Peas


“Heartless” - Kanye West


“Replay” - Iyaz


“Sexy Love” - Ne-Yo


“Obsessed” - Mariah Carey 


“Say It Right” – Nelly Furtado


“Always on Time” - Ja Rule


“Don’t Stop The Music” - Rihanna


“Umbrella” - Rihanna, Jay-Z


“Low” – Florida, T-Pain


“Don’t Lie” - Black Eyed Peas