Janis Joplin: muito além dos hits

Redação Publicado em 19/01/2013, às 08h43

Janis Joplin
AP

“A Woman Left Lonely” - Pearl (1971)

Essa é uma das mais belas interpretações de Janis Joplin em estúdio. Cantando sobre a dor de ser abandonada por um amante, Janis falava de certa forma de sua própria vida amorosa, que ela nunca escondeu ser atribulada. A música está no álbum póstumo lançado três meses após a morte da cantora.


“Little Girl Blue” - I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969)

A potência vocal de Janis Joplin é indiscutivelmente uma das razões que a tornam especial, mas nesta música ela poupa a garganta e canta suavemente. No vídeo ao lado, ela participa do programa This Is Tom Jones, apresentado pelo cantor.


“To Love Somebody” - I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969)

Mais dor de amor, e um trio de metais que faz uma bela cama para os clamores rasgados da artista.


“Turtle Blues” - Cheap Thrills (1968)

Inversão de papéis, de quem sofre a quem faz sofrer: “Eu sou uma mulher malvada, malvada/ Eu apenas trato os homens como quero/ Nunca os trato como deveria”, ela canta. Blues clássico, com letra composta pela própria Janis.


“Oh Sweet Mary” - Cheap Thrills (1968)

No refrão, a parceria nos vocais com Sam Andrew, da Big Brother and the Holding Company, faz lembrar d’Os Mutantes. Um fato importante: Cheap Thrills tem “Piece of My Heart”, um dos maiores sucessos da carreira de Janis. O disco chegou ao primeiro lugar da Billboard, e lá ficou por oito semanas. No total, o álbum permaneceu na parada por 66 semanas.


“Flower in the Sun”

Esta só foi ouvida após a morte de Janis, primeiro no disco ao vivo In Concert (1972) e depois em um relançamento do disco Cheap Thrills, incluído também na caixa Box of Pearls. A gravação aconteceu em 1970, quando ela começou a trabalhar com a Full Tilt Boogie Band.


“Light is Faster than Sound” - Big Brother and the Holding Company (1967)

Outra com vocais divididos, desta vez com Peter Albin. Está no primeiro disco de Janis, depois de ela ter sido recrutada pela Big Brother and the Holding Company. “Down on Me” foi a mais bem sucedida comercialmente, mas nada perto do que viria ser “Piece of My Heart”, de Cheap Thrills, o álbum seguinte.


“As Good as You’ve Been to this World” - I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama! (1969)

Uma das melhores músicas cantadas por Janis para dançar.


“Easy Once You Know How” - Rare Pearls (1999)

Foi gravada em 19 de março de 1968, mas acabou ficando fora da seleção final de músicas para Cheap Thrills. O lançamento oficial só aconteceu no EP de raridades Rare Pearls, lançado exclusivamente na caixa Box of Pearls.


“I Need a Man to Love”

Sendo a segunda música de Cheap Thrills e tendo entrado para a coletânea 18 Essential Songs, “I Need a Man to Love” é provavelmente a mais difundida desta lista. Mas a levada sexy do riff de guitarra não poderia ser deixada de lado aqui.