Jennifer Hudson testemunha no julgamento do assassino de sua família

William Balfour, ex-cunhado da cantora, é acusado de matar mãe, irmão e sobrinho dela

Rolling Stone EUA Publicado em 24/04/2012, às 14h37 - Atualizado às 19h39

Jennifer Hudson
AP

Jennifer Hudson foi chamada como primeira testemunha no julgamento do homem acusado de assassinar sua mãe, irmão e sobrinho. A cantora testemunhou na última segunda, 23, e afirmou que conhecia William Balfour desde sua infância – ele e Jennifer estudaram na mesma escola –, mas que nunca gostou dele, e avisou sua irmã Julia para não casar com William. As informações são da Reuters.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Hudson também relatou sua experiência de voltar a Chicago para identificar os corpos após os assassinatos. Supostamente depois de um ataque de fúria, Balfour teria assassinando a mãe e o irmão de Jennifer, e em seguida seu sobrinho. Julia Hudson também testemunhou, afirmando que Balfour a ameaçou prometendo matar sua família em primeiro lugar e dizendo que ela seria “a última a morrer”.