Jimmy Page diz estar “farto” dos “jogos” de Robert Plant sobre novos shows do Led Zeppelin

Guitarrista diz que ele e John Paul Jones “adorariam se apresentar com a banda”

Redação Publicado em 20/05/2014, às 10h43 - Atualizado às 12h39

16 - 1995 - Led Zeppelin “traz tudo para casa”: 

Robert Plant, Jimmy Page e John Paul Jones superam a tensão que havia na banda e fazem um set épico na cerimônia de introdução deles ao Hall da Fama.
STE GOUGH/DIVULGAÇÃO

Jimmy Page falou abertamente sobre a possibilidade de um retorno do Led Zeppelin aos palcos e colocou a culpa de isso não acontecer na conta do vocalista Robert Plant. Em entrevista ao The New York Times, o guitarrista ainda se disse cansado do “jogo” do vocalista.

Reuniões: 20 bandas que gostaríamos que voltassem.

“Falaram para mim no ano passado que o Robert Plant não faria nada em 2014. E o que os outros caras pensam?”, disse Page. “Bom, ele sabe o que os outros caras pensam. Todos amariam se apresentar com a banda. Ele está apenas jogando. E eu estou farto disso, sendo honesto com você.”

Se o Zeppelin não se apresenta junto desde 2007, a culpa é de Plant, afirma Page. Em fevereiro deste ano, em entrevista para uma versão australiana do programa 60 Minutes, contudo, o vocalista fugiu da ideia de que é o responsável pela dormência do Zeppelin. “[Jimmy Page e John Paul Jones] são capricornianos. Eles não dizem nada. Eles ficam contidos em seus próprios mundos e deixam o resto para mim", afirmou Plant. "Eu não sou o cara mau... Você precisa ver os capricornianos – eu não tenho planos para 2014.”

Dez grandes parcerias do rock and roll.

A frase deu início a uma série de rumores sobre a volta da banda. Tudo esfriou mais uma vez em maio, quando Plant assinou com a gravadora Nonesuch Records (Black Keys, Wilco, Caetano Veloso) e disse que seu próximo álbum sairá ainda esse ano.

A ideia de uma nova turnê persegue os antigos membros do Zeppelin há sete anos. Em entrevista recente à Rolling Stone EUA, Plant se mostrou irritado com a volta do tema. “Você vai voltar à mesma merda de assunto”, ele falou, possesso. “Uma turnê seria um miscelânea de interesses e seria a essência de tudo que não presta em grandes shows de rock. Nós estávamos cercados por um circo de pessoas que tocariam fogo em nossas almas. Eu não sou parte de uma jukebox!”

As dez maiores lendas do Led Zeppelin: verdades e mentiras.

“Você sabe por que o Eagles disse que eles se reuniriam quando ‘o inferno congelar’, mas voltaram e continuaram a fazer turnês juntos do mesmo jeito?”, ele perguntou na mesma entrevista. “Não é porque eles ganhavam uma fortuna. A questão não é dinheiro. É ficar entediado. Eu não estou entediado.”