J.J. Abrams comenta a escolha de ter criado uma realidade paralela em seu Star Trek

Diretor diz que a criação de outra linha temporal foi uma questão de respeito a tudo que já foi feito na saga

Redação Publicado em 01/01/2012, às 11h02

Star Trek - Zachary Quinto
Divulgação

J.J. Abrams participou do podcast Nerdist e, além de ter comentado sobre Lost e Missão: Impossível, falou a respeito de Star Trek. Durante a conversa, expôs seus motivos por ter optado em criar uma linha do tempo alternativa em seu reboot.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Ele alegou que tudo se tratou de uma questão de respeitar tudo que já tinha sido criado na franquia. "Quando o personagem Nero chegou, foi basicamente aí que a linha do tempo foi alterada. Dali para frente é tudo, essencialmente, uma realidade alternativa. Isso não quer dizer que tudo na série original não existe. Acho que, como um fã das séries e dos filmes, se alguém me dissesse que a coisa que eu gostava foi excluída, eu ficaria chateado. Mas não fizemos isso", afirmou o diretor. "Não estamos dizendo que tudo que aconteceu naquela série original não era bom, verdadeiro, válido, certo e real. Não estamos rejeitando isso. Isso, para mim, teria sido um grande erro. Estamos somente dizendo que neste momento, na primeira cena do filme, tudo que as pessoas sabiam sobre Star Trek se divide em uma nova linha do tempo."

A sequência de seu Star Trek já está em pré-produção, com as filmagens começando no início de 2012. O lançamento também já foi marcado, sendo previsto para 17 de maio de 2013.