J.K. Rowling doa 1 milhão de libras a campanha contra independência da Escócia

Referendo será realizado em setembro para decidir futuro do país

Redação Publicado em 12/06/2014, às 12h17 - Atualizado às 13h42

-
Dan Hallman/AP

Nesta quarta-feira, 11, J.K. Rowling confirmou que doou 1 milhão de libras à campanha Better Together [Melhor Jutos], contrária à independência da Escócia. "Minhas dúvidas em aceitar a independência não têm relação com uma falta de convicção em relação ao extraordinário povo da Escócia ou suas conquistas", disse ela em um comunicado publicado em seu site. "A simples realidade é que a Escócia está submissa às mesmas pressões do século 21 que o resto do mundo. Deve competir nos mesmos mercados globalizados, se defender das mesmas ameaças e navegar no que ainda parece uma frágil recuperação econômica."

As mais deliciosas comidas e bebidas criadas na ficção.

A campanha a favor da independência do país é liderada pelo Partido Nacionalista Escocês (SNP), de Alex Salmond. No dia 18 de setembro, haverá um referendo para decidir o rumo da Escócia. A população – maior de 16 anos – responderá à pergunta "A Escócia deveria ser um país independente?". Caso o sim vença, um processo será iniciado para garantir a independência no dia 24 de março de 2016.

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 traz aos fãs da saga a catarse pela qual esperaram por mais de uma década.

No mesmo dia em que a autora da série Harry Potter se posicionou, a instituição escocesa de caridade The Dignity Project tuitou: “Que #vaca! [Fazer isso] depois que a abrigamos em nossa cidade quando ela era mãe solteira." Pouco depois, a instituição publicou um comunicado em sua página do Facebook dizendo que o ataque havia sido feito por um hacker.