J.K. Rowling recebe R$ 4 mil de advogado que revelou identidade de seu pseudônimo

Escritora de Harry Potter anunciou que vai doar o dinheiro da indenização

Redação Publicado em 02/01/2014, às 16h22 - Atualizado em 17/01/2014, às 10h53

JK Rowling
AP

J.K. Rowling parece não ter ficado satisfeita com a pessoa que revelou que foi ela quem escreveu O Chamado do Cuco, seu primeiro romance adulto depois da saga Harry Potter. A questão foi parar na justiça, e agora o advogado Chris Gossage terá que desembolsar um valor de quase R$ 4 mil por ter revelado o segredo.

Livros banidos e censurados: Harry Potter.

A escritora de Harry Potter publicou o novo romance sob o pseudônimo de Robert Galbraith, mas Gossage, sócio da firma contratada por Rowling, admitiu que revelou a identidade real de Galbraith a Judith Callegari, amiga de sua esposa, que por sua vez mandou uma dica pelo Twitter ao jornal Sunday Times, que investigou e publicou o caso. A vitória na justiça já tinha acontecido no ano passado, mas só agora a multa foi estabelecida. As informações são da agência AFP.

Rowling, que fez fortuna com o pequeno bruxo, resolveu publicar seu romance adulto sob pseudônimo para experimentar a vida de uma autora desvinculada à fama anterior. Foi então que, para publicar O Chamado do Cuco, ela criou Galbraith, apresentado como um veterano das Forças Armadas. O dinheiro da indenização, segundo revelou a autora, será encaminhado à Soldiers's Charity, que fornece apoio a militares e familiares.