Joan Jett e Heart boicotam SeaWorld devido ao documentário Blackfish

Willie Nelson e Barenaked Ladies também se manifestaram cancelando apresentações no parque aquático norte-americano

Rolling Stone EUA Publicado em 10/12/2013, às 20h14 - Atualizado às 20h16

Joan Jett
Reprodução

Joan Jett e Heart estão na crescente lista de artistas que se distanciaram do SeaWorld devido ao recém-lançado filme Blackfish, que questiona as condições em que vivem as baleias orcas que se apresentam no parque aquático. Joan escreveu uma carta pedindo que o SeaWorld parasse de tocar as músicas dela nas apresentações, enquanto o Heart se junta a Willie Nelson e Barenaked Ladies nos shows que aconteceriam no parque em Orlando, Flórida, e foram cancelados. As informações são da Associated Press.

"Estou entre os milhões que assistiram a Blackfish e estou enojada por ter tido minha música usada sem minha permissão em mamíferos marítimos sensíveis ao som", escreveu Joan em uma carta para o Presidente do SeaWorld, Jim Atchison.

Apesar de o parque ter permissão para usar “I Love Rock’n’Roll” como música de abertura do show “Shamu Rocks”, em Orlando, a música foi retirada, conforme o SeaWorld disse à AP por e-mail. “Um novo show noturno da Shamu está sendo criado pelo SeaWorld Orlando e não temos planos de usar nenhuma música dela na apresentação”, escreveu o porta-voz Nick Gollattscheck.

A banda Heart escreveu no Facebook no domingo, 8, que eles “escolheram cancelar a próxima apresentação no SeaWorld... devido ao controverso documentário Blackfish”. Nelson e Barenaked Ladies cancelaram suas performances a pedido das petições Change.org. “Essa é uma questão complicada, e afirmamos não entender tudo, mas não nos sentimos confortáveis prosseguindo com os shows nesse momento”, disse o Barenaked Ladies em um comunicado.

Blackfish examina o que pode ter levado a orca de seis toneladas Tilikum a ter matado uma treinadora do SeaWorld em 2010. A treinadora, Dawn Brancheau, morreu quando a baleia assassina a puxou para dentro da piscina. Tilikum também se envolveu em outras duas mortes. O documentário explora outros incidentes de orcas em cativeiro.

“As bandas e artistas estão convidados a visitar qualquer um dos nossos parques para ver de perto ou falar com qualquer um dos nossos especialistas para ver como nos importamos com os animais e quão pouca verdade existe nas alegações feitas por grupos extremistas de defensores dos animais, que se opõem a exposição zoológica de mamíferos marítimos", disse Gollattscheck, o porta-voz da empresa.

Assista ao trailer do documentário Blackfish: