Lady Gaga lança Joanne, disco com participações de Beck, Florence Welch e Mark Ronson

Além deles, a cantora conta com a ajuda de Josh Homme (Queens of the Stone Age), Father John Misty e Kevin Parker (Tame Impala), entre outros, para o quinto álbum da carreira

Redação Publicado em 21/10/2016, às 15h57 - Atualizado em 28/10/2016, às 18h48

Mark Ronson, Lady Gaga, Beck e Father John Misty em foto do encarte do disco Joanne (2016)

Ver Galeria
(5 imagens)

Nesta sexta, 21, Lady Gaga lançou seu quinto álbum de estúdio, Joanne. Com 11 faixas, o disco é o primeiro solo da cantora em três anos, desde Artpop (2013), que saiu antes de Cheek to Cheek (2014), no qual a cantora faz duetos com Tony Bennett.

LEIA TAMBÉM

Saiba como foi o 1º show de Gaga em mini-turnê por bares

Lady Gaga confirma apresentação no intervalo do Super Bowl 2017

Depois de “Perfect Illusion”, reproduções de “Cilada”, do Molejo, cresceram 102% no Spotify

Produzido por Gaga e Mark Ronson, Joanne é uma homenagem e leva o nome de uma tia da cantora, que morreu em 1974, de lúpus, aos 19 anos. Joanne também é o nome do meio de Stefani Germanotta, como foi batizada Lady Gaga.

Participações

O produtor BloodPop, que trabalha com Justin Bieber, chegou a ajudar com efeitos para que a música “Joanne”, que dá nome ao álbum, não soasse muito retrô. Jeff Bhasker, conhecido por produzir Fun. e Kanye West, fez parte da produção de “Diamond Heart”.

Josh Homme (Queens of the Stone Age) foi chamado para coproduzir e tocar bateria e guitarra em “John Wayne”, canção que, segundo Gaga, explora “minha necessidade incessante de correr atrás de homens selvagens e como eu acabo ficando de saco cheio do velho John de sempre.”

Em “Sinner’s Prayer”, Father John Misty teve papel na composição, sendo também o criador do riff da música. O single (e já hit) “Perfect Illusion”, que ganhou videoclipe, surgiu de uma demo de Kevin Parker (líder do Tame Impala), que foi expandida por Ronson e Gaga.

A cantora ainda teve a oportunidade de trabalhar outro ídolo dela (além de Homme), Beck, na canção “Dancin’ In Circles”. Já para a música “Hey Girl”, Gaga promoveu o mais badalado dueto do trabalho, dividindo os vocais com Florence Welch (da banda Florence + the Machine).

Mini-turnê por bares

Lady Gaga, que se apresentará no intervalo da 51ª edição do Super Bowl, estreou as músicas de Joanne na turnê Bud Light x Lady Gaga Dive Bar, que teve shows no dias 5 e 20 de outubro em pequenos bares norte-americanos. O mais recente show da turnê aconteceu no dia 20 e a última apresentação está marcada parao dia 27 deste mês.

Abaixo, assista à íntegra do show de Gaga em Nova York, no último dia 20, pela turnê Bud Light.