Joaquin Phoenix critica duramente a falta de diversidade no BAFTA: 'Manda uma mensagem bem explícita'

O astro de Coringa ganhou na categoria de melhor ator na premiação britânica

Redação Publicado em 03/02/2020, às 08h51

None
Joaquin Phoenix no BAFTA 2020 (Foto:Joel C Ryan/Invision/AP)

No último domingo, 2, aconteceu mais uma cerimônia da temporada 2020 de premiações. Dessa vez foi o BAFTA. E de novo, Joaquin Phoenix venceu na categoria de melhor ator. Mas o astro de Coringa aproveitou o momento para refletir sobre a falta de diversidade naquele que é considerado o principal prêmio britânico.

Todos os indicados nas quatro categorias principais eram brancos, e foi exatamente sobre esse tópico que ele falou durante o discurso de aceitação.

+++LEIA MAIS: Coringa de Joaquin Phoenix ganha versão pornô

Após falar que se sente honrado de estar ali e receber a homenagem, afirmou que precisava "dizer que também estou em conflito, porque muitos dos meus colegas atores que também são merecedores não têm o mesmo privilégio".

"Acho que isso manda uma mensagem bem explícita às pessoas não-caucasianas, de que elas não são bem-vindas aqui", acrescentou. "As pessoas só querem ser valorizadas e respeitadas pelo trabalho que fazem".

+++LEIA MAIS: Filme Coringa de Joaquin Phoenix tem easter egg escondido da versão de Jack Nicholson de 1989; veja

Esse vem como mais um discurso memorável de Phoenix, já que ao ganhar o mesmo prêmio do SAG Awards, homenageou Heath Ledger.

O filme de guerra 1917 foi o grande premiado no BAFTA 2020, assim como no Globo de Ouro deste ano, e essas vitórias indicam que isso se repetirá no Oscar 2020, que acontece no próximo domingo, 9 de fevereiro.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL