Joaquin Phoenix é preso em protesto organizado por Jane Fonda [VÍDEO]

Antes de ser detido, o ator fez um discurso sobre a indústria alimentícia e hábitos de consumo

Redação Publicado em 10/01/2020, às 18h46

None
Joaquin Phoenix na edição de 2020 do Globo de Ouro (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

Joaquin Phoenix, de Coringa, foi preso nesta sexta, 10, por participar do protesto contra as mudanças climáticas - conhecido como Fire Drill Friday - organizado pela atriz Jane Fonda.

Antes de ser detido, o ator fez um discurso sobre a indústria alimentícia e hábitos de consumo.

+++Leia mais: Joaquin Phoenix era subornado com bolachas para ficar no set de Coringa - e detestava ser tocado

"Eu não tenho nada preparado, mas acho que poucos falam nesses protestos sobre a indústria de carne e laticínios. Às vezes nos perguntamos o que podemos fazer nesta luta contra a mudança climática, e você pode mudar já hoje ou amanhã o que consome. E eu acho que seja algo dúbio. Eu luto contra coisas que faço às vezes, mas eu posso mudar meus hábitos alimentares", disse Phoenix. Assista o vídeo de Phoenixsendo detido:

O ator não foi o único a ser preso. Segundo o The Washington Post, Martin Sheen e Maggie Gyllenhaal também foram para a delegacia.

+++Leia mais: Cena mais importante de Coringa foi cortada, revela Joaquin Phoenix

Na noite do último domingo, 5, Joaquin Phoenix ganhou o prêmio de melhor ator em um filme de drama por Coringa na edição de 2020 da cerimônia do Globo de Ouro.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'