Joaquin Phoenix revela ter se internado em clínica de reabilitação: ‘Era um idiota’

O ator confessou que teve problemas com bebida depois das filmagens da cinebiografia de Johnny Cash

Redação Publicado em 10/04/2020, às 11h06

None
Joaquin Phoenix no SAG Awards 2020 (foto: Chris Pizzello/ AP)

Joaquin Phoenix  se abriu sobre uma época da vida em que se internou em uma clínica de reabilitação. Em entrevista à revista British GQ, o astro de Coringa (2019) teve problemas com bebidas e farra.

"Eu não estava envolvido com o mundo ou com mim mesmo da maneira que queria. Eu era um idiota, correndo, bebendo, tentando transar com todo mundo, indo a clubes idiotas", disse Phoenix.

+++LEIA MAIS: Estúdio quer múltiplas sequências de Coringa - com ou sem Joaquin Phoenix, diz rumor

A época conturbada foi há 15 anos, depois das filmagens de Johnny e June (2005), cinebiografia de Johnny Cash.  Um dos acontecimentos que fizeram Phoenix perceber que a situação estava fora de controle foi quando ele capotou um carro e tentou acender um cigarro do lado do veículo que pingava gasolina.

"... Uma voz alemã disse: 'Apenas relaxe'", contou o ator. Ele respondeu que estava relaxado e a voz alemã disse: "Não, você não está." Phoenix percebeu depois que era o diretor Werner Herzog.

+++LEIA MAIS: Fã imagina como seria o Coringa de Johnny Depp no filme The Batman, de Robert Pattinson

Joaquin Phoenix mudou radicalmente o estilo de vida após a reabilitação. Parou de fumar maconha, bebe apenas socialmente e sobretudo aderiu ao veganismo, causa pela qual discursa enfaticamente em todas as oportunidades.


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK