Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Joe Biden repudia invasões ao Congresso: 'Atentado à democracia'

Nas redes sociais, Joe Biden criticou os atos antidemocráticos que tomaram conta da Praça dos Três Poderes, em Brasília, neste domingo, 08

Redação Publicado em 08/01/2023, às 21h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos (Foto: Getty Images)
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos (Foto: Getty Images)

O presidente norte-americano Joe Biden usou suas redes sociais para repudiar os atos antidemocráticos que resultaram nas invasões na Praça dos Três Poderes neste domingo, 08. No Twitter, o político democrata ainda afirmou que apoia todas as instituições democráticas do Brasil.

Toda a confusão começou por volta das 15h, quando centenas de apoiadores de Jair Bolsonaro invadiram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF). A situação só foi controlada pela polícia entre 17h e 18h. À essa altura, contudo, os manifestantes já haviam destruído diversos ambientes do Planalto, além de quebrarem as vidraças dos outros dois prédios.

+++LEIA MAIS: Jair Bolsonaro comenta invasões ao Congresso, Planalto e STF: 'Depredações e invasões fogem à regra'

Foi então que, diante da situação no Brasil, Joe Biden decidiu se posicionar nas redes sociais. Sendo que o próprio presidente dos Estados Unidos enfrentou algo parecido quando apoiadores de Donald Trumpinvadiram o Capitólio, em Washington, no dia 06 de janeiro de 2021, em uma movimentação contrária à sua eleição democrática — assim como o ocorrido em Brasília, contra a eleição de Lula.

Condeno o atentado à democracia e à transferência pacífica de poder no Brasil. As instituições democráticas do Brasil têm todo o nosso apoio e a vontade do povo brasileiro não deve ser abalada. Estou ansioso para continuar a trabalhar com Lula", afirmou.

+++LEIA MAIS: Lula decreta intervenção federal no DF após invasão ao Congresso, Planalto e STF

Conselheiro de segurança nacional dos EUA, Jake Sullivan também comentou as invasões, segundo o G1. "O presidente Biden está acompanhando a situação de perto e nosso apoio às instituições democráticas do Brasil é inabalável. A democracia brasileira não será abalada pela violência", pontuou.

O senador Bob Menendez, presidente do comitê de Relações Exteriores do Senado americano, por sua vez, lembrou da invasão ao Capitólio. "Condeno esse ataque ultrajante aos prédios do governo do Brasil incitado pelo demagogo Bolsonaro pelo desrespeito imprudente pelos princípios democráticos. Dois anos desde 6 de janeiro, o legado de Trump continua a envenenar nosso hemisfério. Proteger a democracia e responsabilizar os atores malignos é essencial", afirmou o político.

+++LEIA MAIS: Deputada norte-americana compara atos no Congresso Nacional com invasão ao Capitólio