John Legend fala sobre atentados contra mulheres asiáticas nos EUA: 'Absolutamente terrível'

Autoridades de Atlanta não confirmaram se o ataque teve motivação racial

Redação Publicado em 17/03/2021, às 13h07

None
John Legend (Foto: Getty Images/Matt Winkelmeyer/Equipe)

Por meio do Twitter, o cantor John Legend falou sobre os recentes atentados realizados contra mulheres asiáticas nos Estados Unidos. Outros artistas também comentaram o caso nas redes sociais. A informação é da Billboard.

"Absolutamente horrível. Mando amor a todos os entes queridos daquelas cujas vidas foram tiradas," escreveu o dono de "All of Me" na rede social em resposta ao tuite da autora Roxane Gay. "Nossa nação precisa levar em conta o aumento das ameaças dirigidas aos nossos irmãos e irmãs asiático-americanos."

+++LEIA MAIS: John Legend ganha prêmio das Nações Unidas por defesa dos direitos humanos no setor artístico

Segundo Atlanta Journal Constitution, um homem branco de 21 anos foi preso na noite da última terça, 16, em conexão com tiroteios em dois spas de Atlanta e uma casa de massagem, os quais resultaram na morte de oito pessoas, seis delas eram asiáticas, alimentando temores sobre a violência ser direcionada especificamente para pessoas com essa ascendência. Duas das vítimas eram brancas.

Autoridades não confirmaram até o momento se o assassino teve motivação racial para os tiroteios, mas Stop AAPI Hate, organização formada durante a pandemia coronavírus para combater a discriminação anti-asiática, chamou o caso de "uma tragédia espantosa."

+++LEIA MAIS: Chloé Zhao e Emerald Fennell concorrem ao Oscar de Melhor Direção - primeira vez que duas mulheres disputam a categoria


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

+++ LAGUM: 'BUSCAMOS SER GENUÍNOS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL