John Lennon: 5 filmes essenciais para entender o ex-beatle

Nesta terça, 8, completa-se 40 anos que o músico foi assassinado nos EUA

Redação Publicado em 07/12/2020, às 06h26 - Atualizado às 20h46

None

Há exatos 40 anos, em 8 de dezembro de 1980, John Lennon era assassinado em Nova York, Estados Unidos, na frente do Edifício Dakota, local onde morava com a esposa, Yoko Ono.

Sua morte ocorreu após ambos retornarem de uma tarde no estúdio. Ao descer do carro, um homem de 25 anos chamado Mark David Chapman, que no mesmo dia havia se encontrado com Lennon junto a fãs e conseguido um autógrafo no disco "Double Fantasy", sacou um revólver e desferiu cinco tiros nas costas do cantor. 

Ídolo e ícone mundial, Lennon deixou um enorme e rico legado - seja em músicas, mensagens ou em ideologias, que é celebrado até hoje e não tem prazo de validade. 

Para entender um pouco a genialidade, o talento, o jeito britânico sarcástico, o lado família e a fama de ser um ser humano difícil, listamos cinco filmes e documentários que ajudam a desvendar melhor a personalidade do cantor. São obras que relatam a sua adolescência, a fase pré-sucesso, o auge da fama com os Beatles e o seu lado ativista. 

+++LEIA MAIS: 40 anos sem John Lennon: MIS relembra vida e obra do beatle em bate papo online e gratuito


"O Garoto de Liverpool" (2009)

Essa emocionante produção mostra como Lennon, interpretado por Aaron Johnson, descobriu a paixão pelo rock n' roll através de sua mãe, que o abandonou quando criança e voltou a fazer parte de sua vida na adolescência, após ele procurá-la e encontrá-la. Até então, Lennon viveu a infância com sua tia Mimi. 
 
O longa também mostra, mesmo que brevemente, como Lennon ficou impressionado com o talento musical do jovem Paul McCartney ao conhece-lo, mas, como era convencido de que era o melhor no que fazia, não demonstrava o sentimento ao novo amigo. 
 

"Os Cinco Rapazes de Liverpool" (1994)

Embora seja focado no começo dos Beatles, quando ainda eram formados por cinco integrantes e foram se aventurar em Hamburgo, na Alemanha, dando início à história que todos conhecemos o final, o filme revela a bonita relação de amizade entre Lennon (Ian Hart) e o quinto beatle Stuart Sutcliffe (Stephen Dorff). 
 
Além da amizade entre os dois, é possível conhecer um pouco sobre a jovem alemã Astrid Kirchherr (Sheryl Lee), por quem Stu se apaixona. Curiosidade: foi ela que, estudante de artes na época, moldou o corte de cabelo de todos os integrantes dos Beatles, antes devotos de topetes a lá Elvis Presley, mas que aderiram ao famoso estilo "tigelinha". 
 

"Simplesmente Lennon" (2010)

A relação conturbada com o pai, o fim do primeiro casamento com Cynthia Lennon e o começo da história com Yoko Ono são narrados nesse longa que exibe um pouco da intimidade pessoal de Lennon, interpretado pelo ator Christopher Eccleston
 
A produção foca no período da vida do cantor entre 1967 e 1971, relatando também as últimas reuniões dos Beatles e o fim da banda. 
 

+++LEIA MAIS: Os produtos mais bizarros que os Beatles já tiveram: naftalina, fantasia e kit de mágica


"Os EUA vs. John Lennon" (2006)

Esse documentário cobre o período em que Lennon aflorou o seu lado ativista convicto, de quando usou de sua influência (e sua arte) para contestar as ações do governo dos Estados Unidos. Em uma das cenas, o cantor reúne milhares de pessoas para protestar contra a Guerra do Vietnã.
 
"Os EUA vs. John Lennon" faz um paralelo da trajetória de Lennon com o governo estadunidense e mostra que além de ser um ídolo na música, o ex-beatle se tornou um ícone na batalha pela paz mundial. 
 

Bed-in For Peace (1969)

 
Outro registro audiovisual para se aprofundar no espirito ativista de Lennon é "Bed-in for Peace", documentário que mostra um dos protestos do cantor e de Yoko contra a Guerra do Vietnã, com o objetivo de promover a paz.  
 
O filme registra a semana em que o casal passou deitado em uma cama em Montreal, no Canadá, tocando músicas, recebendo membros da imprensa e visitas de amigos e ativistas como Dick Gregory, Timothy Leary, Derek Taylor, entre outros.
 
 

+++ TICO SANTA CRUZ: 'A GENTE QUERIA PROVOCAR OS CONSERVADORES' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL