John Lennon achava que os Beatles estavam melhores depois do fim: ‘Sempre fomos egocêntricos’

O músico elogiou a carreira solo dos ex-beatles e afirmou que o Fab Four não iria se reunir novamente

Redação Publicado em 23/06/2020, às 11h24

None
John Lennon em 1972 (Foto: AP Images)

Em 1972, John Lennon acreditava que os integrantes dos Beatlesestavam melhores separados do que juntos, segundo a Far Out Magazine. Ao ser questionado sobre uma possível reunião dos astros do rock durante uma entrevista com a NME, o músico deixou claro que o Fab Four era uma lembrança do passado. 

“O fato é: os Beatles deixaram a escola.... e temos que conseguir um emprego. Isso nos fez trabalhar, realmente trabalhamos mais. Eu acho que estamos muito melhores do que quando estávamos juntos.”

+++ LEIA MAIS: Por que George Harrison se sentiu paranoico após o fim dos Beatles?

Ele completou: “George [Harrison], de repente, é quem mais vende de todos nós [...] Olhe para nós, hoje. Eu, em breve, terei [o disco de Paul McCartney] Ram, John Lennon Plastic Ono Band, o disco do George, o single do Ringo [Starr]”.

Lennon também disse que ele “melhorou um milhão de vezes em termos líricos e tudo mais” e comentou as parcerias com os ex-colegas de bandas, mas explicou que mesmo reunidos, Harrison, Ringo e McCartney não formariam mais os Beatles.

+++LEIA MAIS: 11 músicas clássicas do rock que ninguém aguenta mais ouvir, segundo site

George está tocando guitarra em metade do meu disco. A única razão para Ringo não estar nele é porque ele está fora, fazendo o filme dele. Então, os três de nós estaríamos juntos, mas não seria os Beatles. Seria o Plastic Ono, porque eu teria a palavra final”. 

O músico ainda foi questionado sobre os integrantes do Fab Four estarem muito egocêntricos para trabalharem juntos e respondeu: “Nós sempre fomos egocêntricos”. 


+++ A PLAYLIST DO SCALENE