John Lennon disse que 'faria qualquer coisa' por Paul McCartney em última entrevista

Pouco antes de morrer, Lennon fez uma declaração emocionante para o ex-colega de banda

Redação Publicado em 12/10/2020, às 14h23

None
Paul McCartney e John Lennon (foto: Reprodução/ AP)

Horas antes de ser morto, John Lennon deu uma entrevista ao DJ Dave Sholin e fez uma declaração emocionante sobre o ex-parceiro de banda Paul McCartney, com quem compôs inúmeros clássicos do rock. (Via Express UK)

Kenneth Womack, especialista em Beatles e autor do livro John Lennon 1980: The Last Days In The Life, deu uma entrevista para o site britânico e falou sobre os últimos momentos do integrante do Fab Four.

+++ LEIA MAIS: Especialista em Beatles descobre inspiração por trás de ‘Grow Old With Me’, última música lançada por John Lennon

Para o escritor, não há dúvidas de que Lennon e McCartneyjá tinham superado as desavenças do passado - que surgiram após o fim dos Beatlese “ estavam bem do jeito que precisavam estar”. 

Em conversa com Sholin, Womack descobriu que Lennon deixou bem claro que se importava com colega. “Deus, eu queria ter gravado [o que Lennon disse sobre Paul]”, disse Sholin para o especialista.

+++ LEIA MAIS: Elton John diz que viveu romance com John Lennon: 'Várias safadezas'

O DJ continuou e reproduziu a fala do músico: “[McCartney] é como um irmão. Eu amo ele. Famílias, nós certamente temos nosso altos, baixos e brigas. Mas, no final do dia, quando está tudo dito e feito, eu faria qualquer coisa por ele. Eu acho que ele faria qualquer coisa por mim”. 

Por fim, Womack disse que acredita que McCartney encontrou um “grande consolo” nessa declaração, apesar dela não ter sido registrada. Em 2020, Lennon teria completado 80 anos se estivesse vivo. 


+++ TERNO REI: ‘ANTES DE LANÇAR, VOCÊ NUNCA SABE SE É BOM OU RUIM’ | ROLLING STONE