Pulse

John Lennon ficou furioso com a presunção de Paul McCartney sobre os Beatles

No final dos anos 1960, os integrantes passaram a brigar cada vez mais até decidirem se separar definitivamente

Redação Publicado em 02/12/2019, às 10h53

None
Paul McCartney e John Lennon(Foto: Sipa Press via AP)

John Lennon ficou 'furioso' com Paul McCartney após músico deixar os Beatles, segundo o Express UK. Na época, o músico escreveu para Paul e Linda uma carta em que criticou a decisão do amigo de anunciar a saída do banda sem consultar os outros integrantes e por acreditar que eles eram o maior fenômeno pop de todos os tempos.

No final da década de 1960, as brigas entre os quatro músicos britânicos ficaram cada vez mais frequentes e intensas. George Harrison e Ringo Starr já haviam declarado que deixariam a banda para focar na carreira solo, mas rapidamente foram convencido a voltar para o grupo. 

+++ LEIA MAIS:John Lennon se sentiu traído quando Paul McCartney lançou o primeiro álbum solo: "Eu fui um tolo"

Em 1969, foi a vez de Lennon de declarar que estava pronto para o 'divórcio'. Os integrantes concordaram, mas McCartney e o gerente da banda imploraram para a decisão não ser divulgada até o lançamento do último disco do grupo, Let It Be, que aconteceria no ano seguinte.

Contudo, aproximadamente um mês antes do lançamento do disco, McCartney surpreendeu a mídia - e a banda - ao declarar que havia deixado os Beatles. Nas entrevistas, o músico afirmou que a separação do grupo foi causada por um 'questão de negócios' e aproveitou a oportunidade para promover a estreia da carreira solo.

+++ LEIA MAIS: Yoko Ono queria que Elton John finalizasse as fitas deixadas por John Lennon ao morrer, mas ele se recusou

Em resposta à atitude do amigo, Lennon escreveu uma carta para o casal McCartney, em que criticou a presunção do amigo em relação ao sucesso e a fama.

"Você realmente acha que a maioria das artes hoje em dia foram criadas por causa dos beatles? Eu não acredito que você é tão insano assim - Paul - você acredita nisso? Quando você parar de acreditar nisso talvez acorde!"

O músico ainda escreveu: "Não era a gente que sempre dizia que éramos parte de um movimento - não todo ele? É claro, nós mudamos o mundo, mas tente e siga-o. Desça do disco de ouro e voe!".

 +++ TRÊS DICAS PARA NÃO SER UM 'SACO DE VACILO', POR HOT E OREIA