John Lennon tinha medo de como seria lembrado após a morte, diz Paul McCartney

Em entrevista, o ex-beatle revelou como Lennon se sentia em relação ao legado e fãs

Redação Publicado em 15/01/2020, às 14h35

None
Paul Mccartney e John Lennon (Foto: Dalmas Sipa Press / AP Images)

Em dezembro de 2019, uma dos grandes astros dos Beatles, Paul McCartney, relevou em entrevista ao The Penguin PodCast como John Lennon era preocupado de como ele seria lembrado após a própria morte.

+++ LEIA MAIS: Por que Paul McCartney e George Harrison se desentenderam na gravação de "Hey Jude"?

Fazem 40 anos desde o assassinato de Lennon, mas durante a vida, o ícone dos Beatles sempre se preocupou de como seria lembrado pelos fãs depois de morrer. 

"John Lennon não era tão seguro".

"Lembro de uma vez em que ele disse: 'O que as pessoas vão pensar de mim quando eu morrer? Eu me pergunto se eles vão gostar de mim', e eu dizia: Pare e me escute. As pessoas vão enlouquecer porque amam você. E eles vão te amar ainda mais". 

+++ LEIA MAIS: Filho achava John Lennon 'hipócrita' por defender a paz, o amor e destruir a própria família

"E obviamente foi isso que aconteceu", completou. O ex-beatle ainda acrescentou que teve que tranquilizá-lo várias vezes.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'