John Mayer diz que seu novo disco terá “sons orgânicos de violão de caubóis”

Cantor ainda se recupera de seus problemas com a voz, mas continua trabalhando em Born and Raised

Steve Baltin Publicado em 21/01/2012, às 10h20

John Mayer
Foto: AP

John Mayer tem estado compreensivelmente silencioso desde que foi diagnosticado com problemas vocais no último mês de setembro. Essas questões o forçaram a cancelar datas de shows e adiar seu novo álbum, Born and Raised. Mas o cantor/compositor/guitarrista esteve presente na conferêncida da National Association of Music Merchants (NAMM) em Anaheim, na Califórinia, para apresentar seu novo violão feito sob medida com a Martin, o 00-45SC John Mayer Edition.

Pouquíssimas pessoas vão ter a chance de tocar o instrumento, já que somente 25 foram feitos – e somente 23 serão distribuídos para venda. Mayer ficará com dois deles “um para tocar e outro para guardar”, ele disse em coletiva. O preço do violão no varejo é de US$ 14 mil, de acordo com um representante da Martin.

Milhões, contudo, vão poder ouvir a influência da criação customizada, já que Mayer disse que o som do violão criou a base musical para seu novo disco, que ele caracterizou como "sons orgânicos de violão de caubói". Mayer diz que se perguntou: “Como soaria se eu compusesse um álbum de canções de caubói em um violão sob as estrelas?”.

Mayer também descreveu como o som e o violão andam juntos. "A cada disco novo que eu começo, uma nova estética entra em cena", ele diz. “Não consigo controlar.”

Ele, então, deu à indústria e à imprensa reunidas dentro do Centro de Convenções de Anaheim um gostinho desse som e do violão, com uma curta demonstração. Curta e doce. A sonoridade acústica é para onde ele espera ir com sua música. "Eu acho que vai ser mais orgânico, mais natural, letras e acordes e simplicidade com arte”, ele disse.

Fãs talvez tenham que esperar um pouco mais para ouvir o trabalho novo. Conforme Mayer contou, a voz dele ainda não está 100%.