John Neschling é demitido da Osesp

Maestro, à frente da orquestra havia 12 anos, foi comunicado de sua saída por carta divulgada na internet

Da redação Publicado em 22/01/2009, às 15h05

O maestro John Neschiling foi demitido da Osesp - Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Por meio de uma carta divulgada no site oficial da orquestra, a demissão de Neschiling, que esteva à frente da instituição nos últimos 12 anos, foi divulgada ao público. No entanto, o maestro só será comunicado oficialmente nesta quinta, 22, informa o portal G1.

A demissão ocorreu após uma série de declarações de Neschiling à imprensa, demonstrando insatisfação com o modo como estava sendo conduzida sua sucessão (em junho de 2008, o maestro informou que não pretendia renovar seu contrato com a instituição, que terminaria oficialmente em outubro de 2010).

Fernando Henrique Cardoso, presidente do Conselho de Administração da Fundação Osesp e ex-presidente da República, afirmou no documento que a conduta do maestro é "inconciliável com o desempenho das atribuições contratuais". A gota d'água foi um entrevista dada por Neschiling ao jornal O Estado de S. Paulo, no último mês de dezembro, quando afirmou que seus problemas na instituição começaram quando José Serra assumiu o posto de governador do estado, em 2007.