John Singleton vai dirigir cinebiografia de Tupac Shakur

Produção está marcada para começar no meio do ano

Rolling Stone EUA Publicado em 13/02/2014, às 19h34 - Atualizado às 20h12

John Singleton poderá dirigir a cinebiografia de Tupac
Foto: AP

Depois de uma série de alarmes falsos e batalhas jurídicas, a esperada cinebiografia de Tupac Shakur foi finalmente ressuscitada. De acordo com a revista Variety, o projeto, ainda sem título, será escrito, dirigido e produzido pelo cineasta indicado ao Oscar John Singleton (Os Donos da Rua, Quatro Irmãos e +Velozes +Furiosos).

Tupac Shakur ganha versão animada e fala sobre a vida e a morte: “Eu nunca fecho meus olhos”.

Singleton deve começar a trabalhar no roteiro imediatamente, com o objetivo de começar a produção no meio do ano. A escolha de diretor faz sentido: Singleton era amigo e colaborador de Shakur, e dirigiu o rapper/ator ao lado de Janet Jackson no drama romântico Poetic Justice.

Galeria - As dez maiores brigas da história do rap.

“Tupac foi o cara com quem planejei fazer filmes durante a vida toda”, disse Singleton. “A morte dele afetou profundamente a minha vida e de inúmeras pessoas neste mundo. A história da vida dele é tão importante quanto ele para a minha geração.”

O filme – que deve se focar na ascensão à fama do rapper e no assassinato dele, em 1996 – encarou uma série de problemas: o projeto, que antes se chamava Tupac, estava previsto para começar originalmente em fevereiro de 2011, mas foi atrasado por uma longa batalha jurídica entre a produtora Morgan Creek e a mãe de Tupac, Afeni Shakur, que lutou por controle criativo extenso. Depois de deixar o projeto, ela foi processada pela Morgan Creek por negociar depois de ter fechado o acordo. Afeni entrou com outro processo, alegando que não havia acordo algum. Ambos os lados retiraram as acusações antes do caso ir a julgamento em 2011.

Ainda não se sabe quem irá interpretar Tupac no filme, apesar do anúncio do envolvimento de Singleton já ser um grande passo.