Johnny Cash: cinco coisas que você provavelmente não sabe sobre o clássico "Folsom Prison Blues"

O Homem de Preto começou a carreira na gravadora Sun Records, que é tema de uma nova minissérie

Charles Bramesco, Todd Gilchrist, Scott Tobias, Noel Murray, Jenna Scherer, Sean T. Collins Publicado em 24/02/2017, às 13h01 - Atualizado às 13h36

Galeria - 10 coisas que você não sabia sobre Johnny Cash - Foto 10
AP

Sun Records, nova minissérie do canal norte-americano CMT sobre o lendário produtor Sam Phillips, vai mostrar os primórdios do rock and roll ao retratar o início das carreiras de Johnny Cash, Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Elvis Presley. Kevin Fonteyne interpreta o futuro Homem de Preto, que teve seu primeiro sucesso gravando no icônico estúdio de Phillips em Memphis. Aproveitando a chegada do programa, que estreou nos Estados Unidos em 23 de fevereiro, listamos cinco coisas que você provavelmente não sabia sobre “Folsom Prison Blues”, um clássico e uma das canções mais famosas da carreira de Johnny Cash.

A música é, em parte, plagiada

Cash copiou um trecho de “Crescent City Blues”, de Gordon Jenkins. É de lá que ele tirou os versos iniciais de “Folsom Prison Blues”: “I hear the train a'comin'; it's rollin' 'round the bend”. Acredita-se que Cash tenha que tido que desembolsar US$ 100 mil depois que Jenkins o processou.

Cash conseguiu emplacar a música nas paradas duas vezes distintas

A canção se tornou um hit no top 5 em 1956 e retornou às paradas country 12 anos mais tarde como carro-chefe do disco ao vivo At Folsom Prison (1968).

LEIA TAMBÉM

Os 60 Maiores Momentos da História do Rock and Roll

Palmas e gritos ouvidos na versão ao vivo de “Folsom Prison Blues” foram adicionados em estúdio

A alegria do público ouvida após o verso “I shot a man in Reno just to watch him die” não foi genuína. O áudio das palmas e gritos foi adicionado em estúdio, após a gravação ao vivo, pelo produtor Bob Johnston.

Cash começou a tocar a canção para plateias de presidiários no final dos anos 1950, mais de dez anos antes do lançamento de At Folsom Prison

Os detentos de uma prisão em Huntsville, Texas, foram a primeira plateia carcerária de Cash, em 1957. Quando o tempo chuvoso estragou o equipamento da banda que o acompanhava, Cash terminou o show sozinho.

Um clássico country desde a década de 1950, “Folsom Prison Blues” foi regravada em inúmeros gêneros musicais

Dezenas de artistas, de Buckcherry a Everlast, fizeram versões da música, atualizando o trabalho de Cash usando desde percussão de psychobilly a riffs de hard rock.