Johnny Depp ameaçou Amber Heard de morte, relata a atriz

O ex-casal trava uma batalha judicial desde 2016

Redação Publicado em 12/04/2019, às 13h33

None
Johnny Depp (Foto:Vianney Le Caer/Invision/AP)

Foi disponibilizado para o público o processo aberto por Amber Heard contra Johnny Depp. Nele, estão descritas todas as acusações apresentadas pela atriz, inclusive uma mais grave que até então não havia sido divulgada.

Em uma determinada parte do documento, ela alega que o ex-marido teria agarrado-a pelos cabelos e pela garganta, deu tapas em seu rosto e gritou: “Eu vou te matar, está me ouvindo?”

Segundo Amber, ele tinha esses ataques quando bebia muito ou usava drogas, e ela realmente sentia medo que essas ameaças de morte se concretizassem. “Eu me preocupava que Johnny estivesse fora de si e sem noção do estrago que estava fazendo, e que realmente pudesse me matar”.

Recentemente, Depp também processou a ex-esposa, dizendo que ela teria atacado ele várias vezes, com chutes, socos e inclui até um relato no qual a atriz teria jogado uma garafa de vodka nele, o que resultou em um dedo quebrado e na necessidade de cirurgia para consertar. 

O processo exige uma indenização no valor de US$ 50 milhões. E inclui também a acusação de difamação.

Eric M. George, advogado de Amber, respondeu às novas acusações: “Essa ação fútil é o mais novo esforço de Johnny Depp com o objetivo de calar Amber Heard. Ela não será silenciada.”