Johnny Depp cortou o próprio dedo, mas culpou Amber Heard, sugere mensagem

Na ação contra a ex-esposa, o astro de Piratas do Caribe diz que ela foi a responsável por cortar o dedo dele

Redação Publicado em 20/03/2020, às 14h54

None
Amber Heard e Johnny Depp (Foto: Jonathan Brady / PA Wire Press Association via AP)

A briga judicial de Johnny Depp e Amber Heard continua. Novas mensagens de texto enviadas pelo ator ao médico dele sugerem que ele cortou o próprio dedo para culpá-la no processo, segundo o News.com, via The Sun

+++ LEIA MAIS: Amber Heard teria deixado cocô na cama de Johnny Depp depois de tê-lo agredido por perder festa

Depp abriu uma ação contra Heard para pedir indenização pelo artigo publicado em 2018 no qual a atriz o chama de “espancador de esposa”. Agora, as mensagens divulgadas pelos advogados do jornal britânico The Sun pode prejudicar o ator no processo. 

Segundo o astro de Piratas do Caribe, ele foi vítima de agressões domésticas por parte dela e na ação cita que Heard cortou o dedo dele da mão direita. As mensagens trocadas com o médico, contudo, dizem o contrário.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp tem 4 dias para entregar evidências contra Amber Heard antes do julgamento

 “Cortei a ponta do meu dedo do meio. O que devo fazer? Além, é claro, de ir a um hospital… Estou tão constrangido em me meter em qualquer coisa junto com ela… F***-SE O MUNDO!!! JD”, diz o texto do ator para o médico David Kipper datado de 7 de março de 2015.

Outra mensagem, enviada mais tarde, também mostra que o responsável pelo corte foi Depp: “Obrigado por tudo. Cortei o meu dedo do meio como uma lembrança para que jamais corte o meu dedo outra vez!! Eu te amo, irmão. Johnny”.

+++ LEIA MAIS: Johnny Depp foi ameaçado de morte pelo pai de Amber Heard, segundo testemunha

O astro de Piratas do Caribe está processando o jornal The Sun e o colunista Dan Wootton por notícias falsas que prejudicam sua reputação na indústria cinematográfica.

Ele reivindica artigos de 27 e 28 de abril nos quais ele foi acusado de violência doméstica, deixando a ex-esposa "temendo" pela vida. Supostamente, ele bateu em Heard sob o efeito de drogas enquanto o casamento deles desmoronava.

+++ LEIA MAIS: Processo judicial de Johnny Depp contra Amber Heard é adiado após ator não entregar relatórios sobre drogas e álcool

O ator nega ser viciado em substâncias ilícitas, mas admite que dependia de analgésicos. Depois, ele lançou uma contra-argumentação dizendo que, na verdade, ele foi atacado por Heard inúmeras vezes.


+++ GUNS N' ROSES: 11 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A BANDA