Johnny Depp escreveu músicas venenosas para o disco do Hollywood Vampires, garante Alice Cooper

Em entrevista, o músico falou sobre a possibilidade de uma cinebiografia e também garantiu que as acusações feitas contra o ator e amigo são falsas

Redação Publicado em 19/02/2019, às 11h19

None
Johnny Depp e Alice Cooper em show do Hollywood Vampires (Foto:Sipa/AP Images)

O ano de 2019 com certeza vai ser repleto de comemorações a álbuns clássicos da história da música, como por exemplo 30 anos de Disintegration, do The Cure, e cinco décadas de Pretties For You, do Alice Cooper.

Em entrevista ao site NME, Cooper falou um pouco sobre os planos para a turnê Ol’ Black Eyes Is Back e sobre o próximo disco da sua banda com Johnny Depp, o Hollywood Vampires.

+++ Processos milionários, uma névoa de álcool e haxixe, um casamento que deu muito errado e um estilo de vida que ele não pode bancar: por dentro do mundo de caos do astro Johnny Depp

Quanto à turnê, que passará por sete cidades do Reino Unido em outubro, o roqueiro garantiu que vai surpreender até os fãs mais assíduos. “Vai ser um show puro do Alice Cooper. Vai ter tudo que os fãs querem ver e ainda muita coisa nova. Escolhemos músicas de álbuns que com certeza ninguém está esperando ver na setlist”, contou.

Quando questionado sobre o próximo disco, ele garante “interessante mesmo vai ser o novo do Hollywood Vampires”. A banda é formada por ele, pelo guitarrista do AerosmithJoe Perry e pelo ator Johnny Depp, que tem sido protagonista de notícias nada favoráveis à sua carreira.

“A maior parte das letras foi escrita pelo Depp, e tem muito veneno nelas, por causa de tudo que ele passou. Quase tudo que li sobre ele é mentira”, revelou. “Eu faço turnês com ele, e nunca o vi tocar tão bem quanto agora, e ele está sempre rindo. O que você lê por aí é exatamente o oposto do que está acontecendo.”

O músico ainda acrescentou: “Acho que pra ele, estar em uma banda é mais expressivo que fazer filmes. No rock ‘n’ roll, você pode levar sua vida pessoal, seus problemas e raiva para o palco”, e garantiu que o disco “é hard rock, mas tem coisas que você não está esperando”.

Além disso, Alice Cooper contou também que, em uma época tomada por cinebiografias, ele acredita que sua trajetória com certeza daria um ótimo filme. “Nós éramos a banda que ninguém gostava”, respondeu. 

“Tem muitos aspectos fortes: minha batalha e vitória contra o alcoolismo, vencer meu vício em drogas há 37 anos, minha ligação com o Hollywood Vampires” e também “o fato de eu estar casado com minha esposa há 43 anos. Isso não acontece no rock”.