Johnny Rotten, do Sex Pistols, causa ao criticar Ramones e Black Flag em evento dedicado ao punk

Ícones de várias gerações se reuniram no painel para falar sobre a importância do movimento punk

Redação Publicado em 08/03/2019, às 10h08

None
Johnny Rotten (Foto:KGC-138/STAR MAX/IPx)

No evento de exibição da série documental Punk, vários ícones do punk se reuniram para falar sobre um dos gêneros e movimentos mais radicais da história da música. Entre eles o vocalista do Sex PistolsJohn Lydon, também conhecido como Johnny Rotten, Henry Rollins do Black Flag e Marky, do Ramones.

Com sua língua afiada, Rotten aproveitou o microfone para irritar os outros músicos, e provocou um barraco.

O primeiro alvo foi Rollins. “Henry, a gente ainda não tinha se conhecido, né?”, falou o líder do Sex Pistols. Ao se referir ao Black Flag, disse: “Você falou coisas bobas e coisas excelentes também”.

Rollins respondeu: “E você nos chamou de um bando de garotos ricos. Queríamos arrancar suas orelhas.” 

“É, eu chamei, mas não gostava da sua música. Era entediante”, retrucou Rotten.

O segundo alvo foi Marky Ramone: Lydon fez questão de apontar que o baterista não é um dos integrantes originais da banda punk de Nova York. Como resposta, Marky rebateu com sua opinião de que Sid Vicious era o verdadeiro astro do Sex Pistols.

O comentário com certeza atingiu Rotten em cheio. No vídeo abaixo, é possível ver o momento em que ele se levanta da cadeira para confrontar o Ramone.

“Ele era o astro para babacas falsos como você. Aproveite suas drogas e tenha uma boa morte”. E acrescentou, já quase partindo para cima de Marky: “Punk, para mim, era algo positivo, uma prova positiva de que podíamos mudar nossas vidas com a música, com letras verdadeiras e ataques ao sistema político. Esse imbecil é um viciado em drogas.