Jon Bon Jovi doa US$ 1 milhão a vítimas do furacão Sandy

“Minha ação aqui não é política, é emocional”, disse o músico em cerimônia com a presença do prefeito

Redação Publicado em 09/07/2013, às 12h15 - Atualizado às 13h25

Bon Jovi
AP

Jon Bon Jovi retornou a sua cidade natal, Sayreville, em Nova Jersey, para fazer doação de US$ 1 milhão ao fundo de socorro a vítimas do furacão Sandy, que devastou a área no ano passado, noticiou o site da revista norte-americana Billboard.

Benfeitores da música: dez artistas que dedicam tempo e dinheiro a causas humanitárias.

O fundo é uma instituição filantrópica comandada pela primeira-dama do estado, Mary Pat Christie, e o governador, Chris Christie, esteve presente em cerimônia pública para receber a doação do vocalista, que estava acompanhado da mulher, Dorothea, e dos colegas de banda.

“Minha ação aqui não é política, é emocional”, disse Bon Jovi. “Eu cresci aqui. Fui para a escola aqui. Encontrei minha esposa aqui.” Ele falou sobre a época em que era um jovem músico da cidade, fazendo pequenos shows e pensando estar no auge.

O músico também lembrou que visitou Sayreville e ajudou moradores locais logo após o furacão. “Uma coisa me veio a cabeça”, disse. “O que eu posso fazer? E um dos moradores respondeu: ‘Use sua voz’”.

Foi isso o que ele fez – Bon Jovi participou do evento beneficente Hurricane Sandy: Coming Together, que arrecadou US$ 23 milhões com shows de gente como Bruce Springsteen, Christina Aguilera e Billy Joel.