Jornalista afirma que Lollapalooza Brasil não terá edição em 2020: ‘Esquece’

Para José Norberto Flesch, a edição de 2121 também não deve ser realizada dentro do período tradicional do festival

Redação Publicado em 21/07/2020, às 08h12

None
Lollapalooza Chicago (Foto: Rob Grabowski / Invision / AP)

José Norberto Flesch, jornalista especializado em música, acredita que o Lollapalooza Brasil não terá a edição de 2020, a qual ainda está marcada para os dias para os dias 4, 5 e 6 de dezembro

No canal oficial do Youtube, Flesch falou para os espectadores que compraram ingressos para os shows desse ano “esquecerem” a edição. Além disso, ele explicou o festival também não deve acontecer em 2021 dentro do período tradicional.  

+++ LEIA MAIS: Por que é tão importante cancelar shows e festivais durante pandemia do coronavírus?

Como o evento é feito entre os meses de março e abril, e o país ainda não possui uma vacina ou outro método eficaz de proteção, é possível que neste período ainda não seja possível realizar nenhum evento de grande aglomeração.

“Acabou de ser cancelado em São Paulo o réveillon [...]  O próximo alvo é o carnaval. E o que acontece se cancelar o carnaval? O Lolla é na sequência. ‘Tá’ entendendo que a situação do Lolla é muito difícil?”, disse o jornalista.

+++ LEIA MAIS: Co-fundador do Lollapalooza acredita que shows só serão possíveis em 2022

Ele continuou: “Então, Lolla2020, esquece. Lolla2121, ainda não se sabe [...] O primeiro semestre de 2121 pré-maio, aquele ‘comecinho’, o primeiro trimestre, ‘tá’ complicado. E aí que entraria o Lolla 2121. Então não pensem em Lolla 2021, por enquanto”.

Flesch também mencionou o recente pronunciamento de Marc Geiger, co-fundador do Lollapalooza, que revelou acreditar na volta dos shows apenas em 2022. 

+++ LEIA MAIS: Cancelar shows e estreias no cinema é 'menos penoso, economicamente, do que ignorar', acredita imunologista Roberto Zeballos

De acordo com o site Tenho Mais Discos que Amigos, a edição norte-americana do evento foi cancelada devido às medidas de proteção impostas pela cidade de Chicago. Porém, em São Paulo, a organização do festival deve manter o adiamento para não perder o valor arrecadado dos ingressos, que só precisa ser devolvidos em caso de cancelamento. 

Confira o vídeo de José Norberto Flesch sobre o Lollapalooza Brasil:


+++ 15 HISTÓRIAS INACREDITÁVEIS (E REAIS) DE OZZY OSBOURNE