Joseph Gordon-Levitt pode mesmo ser o Charada em Batman 3

Fonte do site First Showing teria visto o nome do ator em lista de cotados para o papel; terceiro filme da nova franquia estreia em julho de 2012

Da redação Publicado em 21/07/2010, às 11h09

Joseph Gordon-Levitt trabalhou com o diretor de Batman, Christopher Nolan, em A Origem

Ver Galeria
(2 imagens)

Os boatos sobre se o personagem Charada estaria (ou não) no terceiro filme da franquia Batman, e se seria interpretado por Joseph Gordon-Levitt, surgiram há algum tempo e, agora, ganharam ainda mais força. De acordo com o site First Showing, o vilão estará na sequência de Batman: O Cavaleiro das Trevas e poderá mesmo ser vivido pelo ator de (500) Dias Com Ela.

Segundo a publicação, uma fonte do First Showing teria tido acesso ao casting grid - documento com os possíveis nomes de atores para os papeis de um filme -, e lá teria visto o nome de Gordon-Levitt como "interessado" para ser o Charada. A informação faz sentido, já que o ator acaba de trabalhar com Christopher Nolan em A Origem (que estreia em 6 de agosto no Brasil) e o diretor tem fama de trabalhar mais de uma vez com alguns atores, como foi o caso de Christian Bale e Michael Caine, entre outros.

No entanto, isso não significa que o ator estará no filme, já que nada foi dito oficialmente pela Warner Bros. Pictures. O próprio First Showing faz questão de deixar isso claro: "Gostaríamos de frisar que deve ser considerado mais a confirmação de que Charada é o vilão de Batman 3 e menos a confirmação de que Gordon-Levitt interpretará o vilão enigmático. (...) Quando se trata do anúncio de atores, estas informações podem mudar a qualquer momento, e só porque o ator ou o estúdio estão interessados um no outro, não significa que realmente acontecerá".

Outro ponto que deixa em dúvida a participação do ator é que a faixa etária listada para o personagem é de 35 a 45 anos, e Gordon-Levitt tem 29.

Batman 3 (o filme ainda não tem nome oficial) estreia em 20 de julho de 2012. As filmagens devem começar em abril de 2011.