Joss Stone visita projeto social no Rio de Janeiro

Cantora esteve em escola na Barra da Tijuca na tarde desta sexta, 30, e doou violão; leia entrevista

Patrícia Colombo, do Rio de Janeiro Publicado em 30/09/2011, às 18h14

Joss Stone em show no Rock in Rio
Carolina Vianna

Joss Stone, depois de se apresentar no Rock in Rio nesta quinta, 29 (leia sobre o show), deu o ar da graça na sala de música da Escola Municipal Dom Pedro I, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, montada como parte do projeto social Por Um Mundo Melhor, realizado pela organização do festival. A visita da cantora aconteceu na tarde desta sexta, 30.

A sala é uma das uma das dez montadas pelo Rock in Rio com o apoio da Secretaria Municipal de Educação. Joss estava acompanhada da vice-presidente do festival, Roberta Medina, e brincou com os instrumentos e com as crianças que fazem parte do projeto. “É brilhante”, disse ela à imprensa, durante sua passagem pelo local. “O fato de ganharem uma sala com instrumentos para isso, com professores, ter cinco anos de duração o curso.” Sobre a importância da música na formação, ela comentou: “Música é educação. Matemática, ciências e inglês não são mais valiosos que a música. São tão importantes quanto. Música é importante para a sanidade das pessoas. Imagine um mundo sem música, sem arte... Estaríamos matando uns aos outros mais ainda do que já estamos. Música precisa ser ensinada”.

Um dos motivos para a organização direcionar os projetos do festival à temática, segundo Roberta Medina, foi o retorno da obrigatoriedade da música no currículo escolar. Joss Stone conta ainda que não toca instrumentos - apenas sabe um pouco de violão para ajudá-la a compor suas canções. “Eu não toco bem, então fico secretamente no meu quarto com o violão”, brinca. Ela doou um violão à ONG Atitude Social, que está entre as dezenas de ONGs e instituições sem fins lucrativos que receberão instrumentos como parte da Campanha Nacional de Doação de Instrumentos (também promovida pela organização do festival). A cantora diz que costuma dar alguns dos instrumentos que ganha (e que ela não sabe tocar) para amigos e fãs, mas que nunca havia visto um projeto como este realizado pelo Rock in Rio.

As dez salas de música estão situadas em escolas diferentes, selecionadas pela Secretaria Municipal de Educação. Elas já possuem instrumentos para uso e as doações que forem recebidas serão distribuídas para as ONGs registradas no projeto (espalhadas pelo país inteiro). Para solucionar a questão dos instrumentos que vierem danificados, foi criada Oficina de Capacitação para Assistente de Luthier, onde alunos aprenderão a consertar instrumentos em curso ministrado no Centro de Referência da Juventude da Providência (CRJ). Sobre os projetos, Roberta Medina mostra-se orgulhosa. “Conseguimos, com os três projetos [criação das salas de música, doação e conserto], fechar um círculo bonito”, afirma.

Show no Rock in Rio

Sobre sua apresentação no festival, Joss Stone comentou que é sempre bom e divertido tocar no Brasil pela energia do público e que ficou surpresa ao ver como os fãs já sabiam as faixas de seu mais recente disco, LP1, lançado em agosto. “Eles sabiam as letras melhor do que eu [risos]!”