Joss Whedon foi 'abusivo' no set de Liga da Justiça após fracasso em Vingadores, diz Ray Fisher

Desempenho do diretor em Vingadores: Era de Ultron teria afetado bastidores do filme da DC Comics

Redação Publicado em 22/12/2020, às 13h10

None
Ray Fisher como Cyborg em Liga da Justiça (2017) (Foto: Reprodução)

Ray Fisher, o Ciborgue de Liga da Justiça , acusou o diretor Joss Whedon de manter um comportamento tóxico no set do filme. Para o ator, a postura inadequada de Whedon estava relacionada ao fracasso Vingadores: Era de Ultron (2015).

Apesar de ser uma estreia de enormes proporções, com uma bilheteria de US$ 1 bilhão, Era de Ultron ainda foi considerado um fracasso pelo estúdio, pois não conseguiu superar o antecessor na recepção da crítica e na venda de ingressos. Pouco tempo depois, Whedon foi escalado substituto de Zack Snyder na DC Comics para terminar Liga da Justiça.

+++ LEIA MAIS: Jason Momoa detona Warner por Liga da Justiça e comportamento abusivo no set de filmagem: ‘Essa m***a tem que parar’

De acordo com o ScreenRant,Fisher relata que o diretor tinha um comportamento “nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável” nos bastidores das gravações, e a Warner iniciou uma investigação sobre o caso, mas o astro acusa o estúdio de falta de transparência e exige um novo investigador.

Em nova declaração sobre Whedon, em entrevista ao Poindexter Lounge Podcast (via ScreenRant), o ator relacionou esse comportamento ao “ressentimento pessoal e profissional” de Whedon após a recepção de Era de Ultron, e esse sentimento afetou a produção de Liga da Justiça. “Uma das coisas que ele falou em nossa primeira conversa foi que as pessoas não ‘entendiam’ Era de Ultron”, explicou Fisher. “ Nós herdamos o problema de Joss Whedon. Tenho certeza que ele tem muitas coisas para lidar. Espero que ele lide com isso de forma saudável”.


+++ CYNTHIA LUZ: 'A GENTE PRECISA OUVIR A VOZ DAS PESSOAS' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes