Jungkook se arrepende de furar lockdown na Coreia do Sul depois de críticas: ‘Serei mais cuidadoso’

Integrante do BTS saiu com colegas de outros grupos de k-pop

Redação Publicado em 10/06/2020, às 11h49

None
BTS (Foto:Scott Roth/Invision/AP)

Jungkook, integrante do BTS, foi criticado por desobedecer as regras do lockdown na Coreia do Sul. O artista saiu para jantar com outros ídolos de k-pop, como Jaehyun, do NCT 127, Mingyu, do Seventeen e Cha Eun-woo, integrante do Astro, de acordo com informações do site South China Morning Post.

O furo dos artistas ocorreu em abril, no período de isolamento máximo contra a pandemia de coronavírus no país, e Jungkook se desculpou em um programa de rádio do colega Suga, rapper do BTS. “Sinto muito por aqueles que tiveram momentos difíceis e se esforçaram para combater o vírus”, disse o cantor. “Também fiquei com o coração apertado, pois meus amados fãs podem ter passado por um momento difícil por minha causa. Conversei muito com os membros [do BTS] e refleti. Serei mais cuidadoso”.

+++ LEIA MAIS: Jungkook, do BTS, rasga a calça enquanto dançava em show; assista

A empresa responsável pelo grupo de k-pop, Big Hit Entertainment, revelou o resultado do teste negativo de Jungkook para COVID-19. “Vamos nos certificar que um incidente como este não voltará a acontecer”, anunciaram em nota.


+++ DELACRUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO